• AALR3 R$ 20,29 0.74
  • AAPL34 R$ 67,40 -2.05
  • ABCB4 R$ 16,73 -0.18
  • ABEV3 R$ 14,19 0.78
  • AERI3 R$ 3,63 -6.20
  • AESB3 R$ 10,65 -2.92
  • AGRO3 R$ 31,09 0.61
  • ALPA4 R$ 20,82 0.29
  • ALSO3 R$ 19,15 -1.64
  • ALUP11 R$ 27,31 0.52
  • AMAR3 R$ 2,40 -2.83
  • AMBP3 R$ 30,55 -1.99
  • AMER3 R$ 22,85 -5.07
  • AMZO34 R$ 63,86 -2.50
  • ANIM3 R$ 5,36 -3.42
  • ARZZ3 R$ 79,90 0.49
  • ASAI3 R$ 15,91 0.25
  • AZUL4 R$ 20,78 -5.37
  • B3SA3 R$ 12,02 -0.66
  • BBAS3 R$ 37,75 -0.57
  • AALR3 R$ 20,29 0.74
  • AAPL34 R$ 67,40 -2.05
  • ABCB4 R$ 16,73 -0.18
  • ABEV3 R$ 14,19 0.78
  • AERI3 R$ 3,63 -6.20
  • AESB3 R$ 10,65 -2.92
  • AGRO3 R$ 31,09 0.61
  • ALPA4 R$ 20,82 0.29
  • ALSO3 R$ 19,15 -1.64
  • ALUP11 R$ 27,31 0.52
  • AMAR3 R$ 2,40 -2.83
  • AMBP3 R$ 30,55 -1.99
  • AMER3 R$ 22,85 -5.07
  • AMZO34 R$ 63,86 -2.50
  • ANIM3 R$ 5,36 -3.42
  • ARZZ3 R$ 79,90 0.49
  • ASAI3 R$ 15,91 0.25
  • AZUL4 R$ 20,78 -5.37
  • B3SA3 R$ 12,02 -0.66
  • BBAS3 R$ 37,75 -0.57
Abra sua conta no BTG

Conmebol cancela Copa América na Argentina e analisa possíveis sedes

A Copa América seria disputada pela primeira vez em sua história em dois países, Argentina e Colômbia, entre 13 de junho e 10 de julho
Copa América: uma fonte da Conmebol disse que o conselho do organismo sediado no Paraguai havia previsto se reunir com urgência nesta segunda-feira para tomar uma decisão a respeito da sede (Reuters/Luisa Gonzalez)
Copa América: uma fonte da Conmebol disse que o conselho do organismo sediado no Paraguai havia previsto se reunir com urgência nesta segunda-feira para tomar uma decisão a respeito da sede (Reuters/Luisa Gonzalez)
Por ReutersPublicado em 31/05/2021 09:27 | Última atualização em 31/05/2021 09:27Tempo de Leitura: 2 min de leitura

 A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) informou no domingo que a Argentina não será a sede da Copa América deste ano e que está estudando ofertas de outros países para realizar o torneio de seleções mais antigo do continente, apenas duas semanas antes de seu início.

A Copa América seria disputada pela primeira vez em sua história em dois países, Argentina e Colômbia, entre 13 de junho e 10 de julho. A Colômbia foi retirada da organização na semana passada.

Em um comunicado publicado em sua conta oficial de Twitter, a entidade explicou que a suspensão do evento na Argentina foi decidida "considerando as circunstâncias presentes", sem dar maiores detalhes.

"A Conmebol analisa a oferta de outros países que mostraram interesse em sediar o torneio continental. Brevemente se anunciarão novidades neste sentido", acrescentou.

Uma fonte da Conmebol disse que o conselho do organismo sediado no Paraguai havia previsto se reunir com urgência nesta segunda-feira para tomar uma decisão a respeito da sede.

O torneio foi adiado no ano passado em meio às restrições impostas pelos governos para frear a disseminação do coronavírus e depois perdeu dois de seus convidados, Austrália e Catar, devido a problemas de calendário.

A Colômbia deixou de ser uma das sedes em 20 de maio, após semanas de protestos contra o governo do presidente Iván Duque.

A Conmebol disse que Argentina apresentou um protocolo rigoroso para organizar o torneio completo e que levá-lo adiante dependeria das autoridades sanitárias do país, que enfrenta uma segunda onda feroz do coronavírus. O ministro do Interior argentino, Wado de Pedro, disse à mídia local no domingo que seria muito difícil fazê-lo.

A abertura da Copa América estava programada para o dia 13 de junho com uma partida entre Argentina e Chile no Estádio Monumental, em Buenos Aires.

A organização havia previsto que na Argentina jogassem a seleção local, Uruguai, Paraguai, Chile e Bolívia, enquanto na Colômbia jogariam a seleção local, Brasil, Peru, Equador e Venezuela.

O secretário-geral adjunto da Conmebol, o argentino Gonzalo Belloso, mencionou esta semana o Chile como possível organizador.

  • Assine a EXAME e acesse as notícias mais importantes em tempo real.