Conheça a marca brasileira que deseja “descomplicar” os vinhos

Em vez de falar das uvas ou do terroir, a entrante no mercado dos vinhos indica os rótulos mais adequados para cada ocasião

Embora o consumo de vinhos venha crescendo ano a ano entre os brasileiros — só no terceiro trimestre as vendas aumentaram mais de 70% —, para muitos consumidores, escolher o rótulo mais adequando para determinadas situações continua sendo uma tarefa complicada. Com a promessa de “descomplicar” essa escolha, está nascendo a Cliché, uma nova marca nacional de vinhos que quer atrair clientes focando nas ocasiões de consumo, e não nas características de produção de cada garrafa. 

O espumante rosé sai por 55 reais.

O espumante rosé sai por 55 reais. (Cliché/Reprodução)

No lugar de informações sobre o tipo de terra ou uva que deu origem ao vinho, por exemplo, os vinhos da Cliché devem indicar as ocasiões e os lugares mais adequados para o consumo. “As marcas de vinho acreditam que todos os consumidores entendem da bebida. Falam de tipos de uvas, do solo, da colheita, da barrica e de tantas outras informações que não dizem nada a muitos consumidores. Entendemos o vinho como um potencializador dos bons momentos” diz Bruno Maletta, CEO e cofundador da Cliché.

Segundo a marca, a criação dos rótulos será baseada em pesquisas de comportamento do consumidor e nas tendências mundiais de consumo. Os vinhos serão feitos em parceria com vinícolas no Brasil e do exterior. 

O rosé italiano sai por 65 reais.

O rosé italiano sai por 65 reais. (Cliché/Reprodução)

Dado a alta do consumo de rosés e, claro, a chegada do verão, estação mais propícia para o consumo desse tipo de vinho (recomenda-se gelo), a marca está fazendo sua estreia no mercado apostando em 3 rótulos para serem consumidos nos dias mais quentes. Só na última década, o consumo dos rosés no Brasil aumentou em 40 vezes, segundo o Instituto Brasileiro do Vinho. Quem mais consome a bebida são os chamados millenials, público que tem entre 18 e 35 anos.

O rosé uruguaio sai por 45 reais.

O rosé uruguaio sai por 45 reais. (Cliché/Reprodução)

Os vinhos Cliché serão lançados no mercado com o Cliché Uruguaio, com uvas tannat, indicado para ocasiões do dia a dia por ser leve, refrescante e versátil; o Cliché Italiano, um negroamaro que possui personalidade forte, ideal para os momentos especiais ou para presentear; e o espumante Cliché Rosé Brut, produzido com uvas malbec, na Serra Gaúcha, adequado para comemorações. 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.