Como funciona a competição que elege o melhor bartender do Brasil

World Class Competition, um dos principais concursos de coqueletaria no mundo, descobriu Kennedy Nascimento e Bianca Lima
Bianca Lima se formou no projeto Learning For Life, para pessoas em vulneabilidade social, e venceu a competição ano passado (Felipe Gaieski/Divulgação)
Bianca Lima se formou no projeto Learning For Life, para pessoas em vulneabilidade social, e venceu a competição ano passado (Felipe Gaieski/Divulgação)
Por Gabriel AguiarPublicado em 20/06/2022 12:29 | Última atualização em 20/06/2022 12:29Tempo de Leitura: 2 min de leitura

A World Class Competition é considerada uma das principais competições de coqueletaria do mundo – com a revelação de talentos como Kennedy Nascimento, vencedor da edição brasileira em 2015. E, neste ano, a decisão entre os 12 finalistas será terça-feira, 21, durante a Bar Convent, feira de bares e bebidas premium realizada em São Paulo. Para conquistar o prêmio, os competidores devem criar dois drinks autorais utilizando o whisky Johnnie Walker e o gim Tanqueray Nº Ten.

VEJA TAMBÉM

Quem avaliará os mixologistas será o próprio time de embaixadores de rótulos Diageo: que, além de Kennedy Nascimento, tem Talita Simões, Jessica Sanchez e André Bueno. No desafio final, deverá ser elaborada uma receita inspirada na cidade natal e outra que remeta a um lugar que os competidores gostariam de visitar; depois, os quatro melhor-avaliados se enfrentam no Speed Challenge, com seis coquetéis feitos em seis minutos com destilados Reserve, como a vodka Ketel One.

Essa seletiva começou com 257 bartenders de 19 estados brasileiros – que se inscreveram ainda em outubro de 2021. Depois de participarem de sessões no World Class Studios, plataforma educacional da Diageo (e colocarem em prática o que aprenderam), foram selecionados apenas 87 profissionais para disputarem a primeira etapa classificatória. E o vencedor da etapa brasileira disputará a edição internacional, que será realizada de 10 a 15 de setembro em Sidney, na Austrália.

“O World Class Competition é um concurso para ir além dos melhores coquetéis. Ele é pensado para valorizar o bartender, seus conhecimentos e técnicas. É reconhecer e desenvolver esta profissão”, diz Manoela Mendes, diretora do portfólio Reserve da Diageo. “Queremos que o bartender tenha tanto prestígio quanto um chef de cozinha, por exemplo”, completa a executiva.

Nesta edição, os finalistas que disputarão como melhor bartender são: Alisson Oliveira (Caledonia Whisky & Co); Ariel Todeschini (Royalty Café); Bárbara Calheiras (Primo Pobre Bar); Gabriel Bueno (Astro Lab); Gustavo Guedes (Southside); Jonatan Reis (Cubo Bar); Karla Cardoso (Aquarius Marista); Marco Ruiz Junior (Amiiici); Michell Agues (Vian Ipanema); Nicola Bara (Restaurante Arataca); Rodolfo “Bob” Ferreira (Caledonia Whisky & Co); e Vinicius Oliveira (Santana Bar).

Conheça a newsletter da EXAME Casual, uma seleção de conteúdos para você aproveitar seu tempo livre com qualidade.