Brad Pitt vai à China quase 20 anos após filme sobre Tibete

O ator americano visitou Xangai com a mulher, Angelina Jolie, quase 20 anos depois de um filme sobre o Tibete que contrariou o governo

Xangai - O ator americano Brad Pitt visitou nesta quarta-feira Xangai com a mulher, Angelina Jolie, quase 20 anos depois de um filme sobre o Tibete que contrariou o governo chinês.

O ator, que nunca foi declarado oficialmente persona non grata pelo filme lançado em 1997, optou por ficar em segundo plano e deixar o protagonismo para a mãe de seus filhos.

"Neste momento, as crianças estão fazendo um curso de ravioli dim sum com seu pai", declarou Angelina Jolie, que foi à China para promover seu novo filme, "Malévola", inspirado na história de "A Bela dormecida".

"Este é o tipo de filme que você faz apenas pelo público. Estou animada, e espero que as pessoas gostem e que seja um sucesso", disse a atriz antes da estreia na China, em 20 de junho.

Brad Pitt não estava presente na coletiva de imprensa, mas a atriz e produtora do filme garantiu que a visita a Xangai foi uma "experiência maravilhosa" para sua família.

Apesar de as autoridades chinesas não anunciarem explicitamente, dizia-se que Brad Pitt não poderia entrar na China desde o filme "Sete Anos no Tibete", em 1997, do diretor Jean-Jacques Annaud.

O filme conta a experiência de um alpinista austríaco (interpretado por Pitt) em Lhasa, capital do Tibete, onde faz amizade com o 14º Dalai Lama, mas precisa fugir da invasão da China em 1950.

Jean-Jacques Annaud também conseguiu que as autoridades chinesas o perdoassem e até mesmo recebeu a permissão para fazer novos filmes no país.

No ano passado ele filmou na região da Mongólia com atores chineses um filme adaptado do livro "Totem do lobo".

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.