Beyoncé leva testes de coronavírus para comunidades vulneráveis nos EUA

Campanha de testes foi lançada em parceria com a mãe, Tina Knowles-Lawson, e tem como foco pessoas pretas e pardas do Texas

Os afroamericanos estão mais vulneráveis ao coronavírus, segundo pesquisas. Em Michigan, nos Estados Unidos, os negros constituem 40% do total de mortos pelo vírus, e representam apenas 14% da população total do estado.

Para ajudar a lidar com a doença em grupos minorizados, a cantora Beyoncé, por meio da BeyGOOD (iniciativa voltada para ajudar em casos de pobreza, educação, desemprego, desastres naturais e vulnerabilidade), e em parceria com a sua mãe, Tina Knowles-Lawson, criou a campanha #IDIDMYPART ("eu fiz minha parte", em tradução literal), voltada para fazer testes em pretos e pardos em Houston, no Texas, EUA. Apesar de a cidade disponibilizar testes gratuitos às pessoas, alguns, para Knowles-Lawson, por serem minorias, "não estão sendo levados a sério ou não sabem da testagem gratuita".

A campanha, que foi lançada no começo de maio, já forneceu 1.000 kits de testes para a covid-19, além de máscaras, luvas, vitaminas e utensílios domésticos.

Recentemente, a BeyGOOD, em conjunto com o presidente do Twitter, Jack Dorsey, doou 6 milhões de dólares para apoiar programas de saúde mental apesar da covid-19 em Houston, Nova York, Nova Orleans e Detroit.

Se tudo der certo, a campanha #IDIDMYPART não ficará somente no Texas e outros artistas devem aderir. O produtor Tyler Perry já se comprometeu em começar a levar testes para comunidades mais vulneráveis em Atlanta, a atriz Octavia Spencer a espalhar a iniciativa pelo estado do Mississipi e o ex-jogador de basquete Magic Johnson e sua esposa, Cookie, ficarão responsáveis pelos testes em Detroit.

Os Estados Unidos são o epicentro da doença, com 1.486.742 de infectados e 89.567 mortes, segundo o monitoramento em tempo real da universidade Johns Hopkins. O Texas tem 47.784 casos confirmados.

As últimas notícias da pandemia do novo coronavírus

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também