Autorretrato inédito de Van Gogh é descoberto atrás de outra pintura na Escócia

A obra foi descoberta graças a um estudo de raios-X da tela "Retrato de Mulher (Cabeça de Camponesa)" de 1885
A galeria na Escócia disse estar "emocionada" ao anunciar a descoberta de um autorretrato de Vincent Van Gogh, até então desconhecido, com a orelha intacta, escondido atrás de outra pintura. O retrato foi encontrado no verso da tela da obra "Cabeça de uma camponesa" do holandês pós-impressionista de 1885, coberta por camadas de cola e papelão. (NEIL HANNA/NATIONAL GALLERIES OF SCOTLAND/AFP)
A galeria na Escócia disse estar "emocionada" ao anunciar a descoberta de um autorretrato de Vincent Van Gogh, até então desconhecido, com a orelha intacta, escondido atrás de outra pintura. O retrato foi encontrado no verso da tela da obra "Cabeça de uma camponesa" do holandês pós-impressionista de 1885, coberta por camadas de cola e papelão. (NEIL HANNA/NATIONAL GALLERIES OF SCOTLAND/AFP)
A
Agência O GloboPublicado em 14/07/2022 às 10:08.

Um autorretrato inédito de Vincent Van Gogh, com a orelha intacta, foi encontrado atrás de outra tela do pintor holandês, informou a Galeria Nacional da Escócia em Edimburgo nesta quinta-feira (14).

A obra foi descoberta graças a um estudo de raios-X da tela "Retrato de Mulher (Cabeça de Camponesa)", feita em 1885 por Van Gogh, antes de uma exposição sobre o Impressionismo no Museu Escocês.

"Quando vimos o raio-X pela primeira vez, é claro que ficamos muito emocionados", disse Lesley Stevenson, curadora principal da Galeria Nacional da Escócia.

O retrato foi encontrado atrás da tela, coberto por camadas de cola e papelão, que aparentemente foram colocadas antes de uma exposição no início do século XX.

"Momentos como esses são incrivelmente raros", afirmou Frances Fowle, curador da Galeria Nacional da Escócia. "Descobrimos uma obra inédita de Vincent Van Gogh, um dos artistas mais importantes e conhecidos do mundo".

Van Gogh é conhecido por ter reutilizado telas para economizar dinheiro.

Este autorretrato mostra um homem barbudo sentado usando um chapéu e um lenço no pescoço. Sua orelha esquerda - que o pintor cortou em 1888 - pode ser vista perfeitamente.

Na exposição em Edimburgo, de 30 de julho a 13 de novembro, os visitantes poderão ver a obra, reproduzida por radiografia. Os curadores agora precisam estudar como remover a cola para separar as duas pinturas sem danificá-las.

Conheça a newsletter da EXAME Casual, uma seleção de conteúdos para você aproveitar seu tempo livre com qualidade.