Após ser deportado da Austrália, Djokovic está ansioso para voltar a jogar

Djokovic disse que voltou a treinar cerca de 10 dias depois de ser deportado da Austrália e a jogar tênis nas últimas três semanas
 (Christopher Pike/Reuters)
(Christopher Pike/Reuters)
Por ReutersPublicado em 20/02/2022 20:31 | Última atualização em 20/02/2022 20:31Tempo de Leitura: 2 min de leitura

Novak Djokovic estava ansioso para dar seu primeiro passo da temporada de 2022 em Dubai, após sua deportação da Austrália, e disse que será o primeiro a parabenizar o campeão do Aberto dos Estados Unidos, Danil Medvedev, se o russo encerrar seus dois anos de reinado no topo do ranking mundial esta semana.

O sérvio de 34 anos jogará na segunda-feira pela primeira vez neste ano em sua partida de abertura do Dubai Duty Free Championships contra o italiano Lorenzo Musetti, 57º classificado no mundo.

"Estou muito bem preparado e empolgado por poder fazer uma turnê novamente", disse o tenista durante uma coletiva de imprensa neste domingo.

Djokovic, que busca sua sexta vitória no torneio em Dubai, disse que voltou a treinar cerca de 10 dias depois de ser deportado da Austrália e a jogar tênis nas últimas três semanas.

"Eu fiz o meu melhor para me colocar em uma boa posição no tênis e também mentalmente ... Estou muito feliz por estar jogando novamente."