Air France inaugura exposição de uniformes icônicos em São Paulo

Dior, Balenciaga e Christian Lacroix: a companhia aérea francesa exibe looks usados a bordo ao longo de quase 90 anos
Uniformes das comissárias de bordo da Air France assinados por Nina Ricci (Air France/Divulgação)
Uniformes das comissárias de bordo da Air France assinados por Nina Ricci (Air France/Divulgação)
J
Julia Storch

Publicado em 08/09/2022 às 12:00.

Última atualização em 08/09/2022 às 12:07.

Quem passar pelo Shopping JK Iguatemi, em São Paulo, a partir de amanhã, 9, poderá embarcar em uma exposição exclusiva dos uniformes de bordo mais icônicos da Air France.

A mostra celebra o novo momento da companhia, com 15 modelos especiais que marcaram época. A exposição estará aberta ao público no segundo andar do shopping até 30 de setembro e, além de conhecer mais da empresa por meio de grandes nomes da alta costura, os visitantes poderão concorrer a três passagens aéreas para Paris.

“O uniforme é um dos primeiros símbolos de uma companhia aérea, pois incorpora e personifica uma certa noção de elegância e também de serviço. No caso da Air France, o uniforme promove a imagem de um símbolo da elegância francesa. Cada tripulante de cabine é um embaixador da marca Air France. Por isso, é uma tradição da companhia convidar designers emblemáticos para criar seus uniformes para ficar no imaginário e marcar a história”, comenta Manuel Flahault, diretor-geral do Grupo Air France-KLM na América do Sul.

Desde a sua fundação, os uniformes da Air France carregam assinaturas dos mais importantes estilistas da moda internacional, como Christian Dior, Georgette Rénal, Nina Ricci e Balenciaga. O atual uniforme da Air France, usado desde 2005, é assinado por Christian Lacroix.

Croqui de Christian Lacroix (Air France/Divulgação)

Entre os destaques dos uniformes na exposição está o modelo de 1976, criado com exclusividade pelo ateliê Jean Patou, quando a Air France entrou na era supersônica ao inaugurar a rota Paris-Dakar-Rio com o Concorde. Para este momento, o designer artístico do ateliê, Angelo Tarlazzi, desenhou uma chemise de poliéster de seda com listras azul-marinho e beges, que foram o primeiro padrão a adornar um uniforme da Air France. Um cinto na cintura criava o efeito de duas peças, dando a impressão de haver uma blusa na parte superior. Símbolo clássico da tendência que predominava nos anos de 1970, a chemise se tornou muito popular no período.

Outro modelo em foco é o uniforme de 1969, quando a companhia escolheu o estilista Cristóbal Balenciaga para desenhar seus novos ternos oficiais de bordo. O terno de verão era desenvolvido de terileno e lã, em duas cores, azul claro e rosa claro. Na linha do pescoço, um laço azul-marinho escondia o abotoamento duplo sob a gola e um charmoso boné com o emblema costurado dava o toque final. O terno de inverno era em lã de sarja adornado por um chapéu moleskin de cetim com visor, utilizado virado para a frente. Com estes uniformes, pela primeira vez, a Air France inseriu acessórios para as roupas: as botas Darchamps de couro de cabrito cor azul-marinho.

Serviço:
Exposição Uniformes Air France
Av. Pres. Juscelino Kubitschek, 204,  2º andar - Vila Olímpia, São Paulo
De segunda à sábado, das 10h às 22h. Domingo das 10h às 20h
Até 30 de setembro

Conheça a newsletter da EXAME Casual, uma seleção de conteúdos para você aproveitar seu tempo livre com qualidade