Acrobata do Cirque du Soleil morre durante apresentação

Artista caiu de uma altura de 15 metros durante o encerramento de um espetáculo em Las Vegas, no sábado

	Cirque du Soleil: morte é a primeira durante uma atuação ao vivo nos quase 30 anos de vida da companhia
 (Divulgação)
Cirque du Soleil: morte é a primeira durante uma atuação ao vivo nos quase 30 anos de vida da companhia (Divulgação)
D
Da RedaçãoPublicado em 01/07/2013 às 12:10.

Washington - Uma veterana acrobata aérea do Cirque du Soleil morreu após cair de uma altura de 15 metros durante um evento realizado no sábado em Las Vegas, segundo informam nesta segunda-feira vários veículos de imprensa americanos.

Sarah Guyard-Guillot, de 31 anos, nascida em Paris e acrobata há duas décadas, caiu no chão durante o encerramento de um espetáculo de acrobacias aéreas chamado "Ka".

Sua morte é a primeira durante uma atuação ao vivo nos quase 30 anos de vida do Cirque du Soleil.

"Quando vi a mulher caindo pensei que provavelmente havia uma rede abaixo. Então percebi que não", contou à emissora local "KVVU" Asit Govil, um dos espectadores que assistiram atônitos à tragédia.

Os presentes escutaram imediatamente os gritos e soluços de vários artistas do Circo e o espetáculo continuou por pouco tempo, mas minutos depois o público começou a ser retirado do local.

Guyard-Guillot, mãe de dois filhos, foi declarada morta pouco depois em um hospital próximo.

O fundador do Cirque du Soleil, Guy Laliberte, emitiu um comunicado em que elogiou a acrobata e afirmou que as representações do espetáculo "Ka" estão canceladas até segundo aviso.

"Todos estamos completamente arrasados", afirmou Laliberte.

O Cirque du Soleil, fundado por um grupo de artistas de rua em Montreal em 1984, emprega atualmente cerca de 5 mil pessoas de todo o mundo.