Universidade de Oxford oferece 130 bolsas de estudo para pós-graduação

Ao longo do ano, as bolsas oferecem cerca de 14 mil libras para cada candidato, cobrindo o valor da anuidade e taxas acadêmicas, além de auxílio financeiro

As bolsas Clarendon (criadas pela Universidade de Oxford em 2001) estão com inscrições abertas até janeiro de 2018 — o prazo final exato depende do curso escolhido.

A iniciativa apoia candidatos de mestrado e de doutorado de qualquer área do conhecimento, que tenham desempenho acadêmico excelente. Anualmente, são cerca 130 bolsas para pós-graduação concedidas a estudantes do mundo todo. No ano passado, 140 estiveram disponíveis.

O programa Clarendon já concedeu bolsas a mais de dois mil alunos. Além do apoio financeiro, os estudantes participam de simpósios e palestras sobre carreira, e têm acesso à rede de ex-bolsistas. Incluindo essa iniciativa, mais de mil bolsas de estudo para Oxford estão sendo oferecidas para o próximo ano letivo.

Benefícios das 130 bolsas para pós-graduação em Oxford

As bolsas para pós-graduação cobrem todo o valor de anuidade e das taxas acadêmicas, além de oferecerem um auxílio financeiro para as despesas do aluno durante o período de estudos. Ao longo do ano, são cerca de 14 mil libras para cada candidato.

Entre os estudantes de cursos part-time, que não tenham dedicação integral, também recebem apoio financeiro que cobre todas as taxas acadêmicas e tuition. Para esses, no entanto, o valor destinado às despesas mensais é menor.

Não há necessidade de encaminhar documentos específicos para a seleção da bolsa. Qualquer candidato de mestrado ou doutorado em Oxford é considerado elegível e pode receber a oferta da Clarendon. Para concorrer a uma das 130 bolsas para pós-graduação, basta submeter a candidatura antes do prazo final em janeiro.

Para saber detalhes do processo e fazer a application, basta acessar o site da iniciativa.

Sobre a Universidade de Oxford

A University of Oxford, fundada em 1090 é a mais antiga universidade de língua inglesa. A própria instituição gosta de dizer que é mais velha que o Império Azteca, Genghis Khan e a Catedral de Notre-Dame de Paris.
Ocupa a primeira posição na edição mais recente do ranking Times Higher Education, figurando como a melhor universidade do mundo e hoje conta com 38 faculdades e cerca de 23.975 alunos.

Este artigo foi originalmente publicado pelo Estudar Fora, portal da Fundação Estudar.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.