Univates se propõe a reinventar ensino com novo conceito de graduação

A gaúcha Universidade do Vale do Taquari acaba de lançar o Aula+, um modelo híbrido de ensino com cursos divididos em blocos, vivências e flexibilidade

O ensino superior precisa se reinventar? Essa é uma discussão bastante ativa no mercado nacional e internacional há algum tempo. Com todas as estruturas passando por revisão durante a pandemia, é natural que o debate ganhe novos contornos. Essa também é uma preocupação da Universidade do Vale do Taquari (Univates), no Rio Grande do Sul, que passou os últimos dois anos repensando suas práticas de ensino em função do perfil das novas gerações e das demandas de mercado. Neste mês, a instituição lança seu novo conceito de graduação adequado a este momento: o Aula+.

Após esse tempo de estudo, a instituição chegou a uma proposta pedagógica e curricular na qual as aulas serão organizadas em seminários e ateliês, e não mais em disciplinas. “Precisamos trazer algo novo, que empolgue e seja um incentivo para quem está concluindo o ensino médio”, analisa a pró-reitora de ensino da Univates e doutora em Direito Fernanda Pinheiro, que é professora do ensino superior desde 2003. Segundo a especialista, o foco do grupo da universidade que criou o Aula+ é proporcionar um lugar de estudo e aprendizagem profunda que fuja do ensino superficial. A iniciativa partiu da gestão da instituição junto com a gestão da área acadêmica e atualmente o grupo conta com professores de todos os cursos envolvidos.

Ao mesmo tempo, o modelo mescla aulas presenciais e ensino à distância, conforme a possibilidade de cada grade curricular. Os cursos que contemplam a metodologia em 2021 são: Administração, Ciências Contábeis, Design, Direito, Gestão de Micro e Pequenas Empresas, Jornalismo, Letras, Pedagogia e Publicidade e Propaganda. Para os demais cursos, a expectativa é que o Aula+ esteja disponível em até dois anos.

A nova graduação

De forma prática, o Aula+ é uma metodologia construída pela Univates que traz para o estudante mais inovação, experiência e conhecimento. Na visão da Univates, o conceito está alinhado com a perspectiva comunitária da instituição e também com as demandas regionais. Dessa forma, é possível atuar de assertivamente em relação aos desafios contemporâneos. O grupo de estudos da universidade consultou modelos inovadores que já estão em prática em instituições como o Instituto Tecnológico e de Estudos Superiores de Monterrey, no México, e a Pontifícia Universidade Católica (PUC) do Chile.

A universidade conta com a consultoria pedagógica de Jorge Larrosa, professor de Filosofia da Educação na Universidade de Barcelona, nesse projeto. “A fundamentação teórica da proposta foi feita juntamente com ele”, conta Fernanda. No início, o professor veio ao Brasil algumas vezes e atualmente a consultoria segue por videoconferência, incluindo a capacitação dos professores para a nova proposta de seminários e ateliês.

Como funcionam os seminários e ateliês

No Aula+, a grade curricular não é vista simplesmente por disciplina. Os modelos trazem diferenciais e práticas para provocar alunos e professores a interagir. No seminário, o professor apresenta e expõe a matéria, enquanto os estudantes são convocados a realizar estudos e pesquisas para compartilhar em grupo. Juntos, professores e estudantes trabalham na construção do conhecimento e na articulação da teoria com a prática.

Já nos ateliês o docente apresenta exercícios, maneiras de fazer e modos de se relacionar com determinada matéria. E tanto estudantes quanto professores trabalham com problemas reais, simulações e criação de projetos, com direito a experimentações e tentativas de erro e acerto.

Ensino híbrido

No novo formato, o estudante não precisa estar na universidade todos os dias da semana. A proposta híbrida é única e cada curso de graduação presencial pode ser composto por até 40% da carga horária na modalidade à distância. Segundo Fernanda, essa porcentagem costuma variar de 25% a 30%, dependendo do curso. Isso porque cada matriz curricular foi pensada de forma personalizada pelos professores de cada área.

Além disso, o ensino híbrido vai contemplar a articulação entre ensino, pesquisa e curricularização da extensão universitária. Ele é baseado em cinco princípios articulados: transversalidade, experimentação, criação, alteridade e aprendizagem. O estudante poderá se matricular em blocos de 200 horas a partir de 866 reais por mês. A escolha do nome, Aula+, também foi feita de maneira compartilhada, consultando alunos e docentes. “Nosso foco é que a aula seja um momento potente de estudo e aprendizagem, quer seja de forma online, quer seja presencial”, finaliza Fernanda.


As 5 propostas do Aula+

  1. Ensino mais acessível
    O ensino híbrido permite que o estudante curse mais componentes em um único bloco curricular e pague menos por isso. Na Univates, as mensalidades custam a partir de 866 reais.
  2. Flexibilidade nas aulas
    O estudante não precisa ir à universidade todos os dias da semana. Cada curso pode ser composto por até 40% da carga horária na modalidade à distância.
  3. Novas vivências
    Os ateliês e seminários promovem interação constante entre estudantes e professores. As atividades práticas continuarão acontecendo em modernos laboratórios, equipados com alta tecnologia.
  4. Mais dinâmica
    A partir dos princípios da Aula+, os estudantes contam com uma formação voltada para as demandas do mercado de trabalho contemporâneo.
  5. Trilha de Carreiras
    Uma nova área, chamada Trilha de Carreiras, vai acompanhar a trajetória acadêmica dos alunos com o intuito de potencializar sua carreira e incentivar a busca por desenvolvimento pessoal e profissional.Quer saber mais? Você pode mandar um e-mail (vemprauni@univates.br) para a Univates ou uma mensagem por WhatsApp para o número (51) 99634-0598.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.