Startup vai abrir 100 vagas de emprego — 10% delas apenas para PCDs

Os contratados começam a trabalhar no regime de home office e ainda recebem benefício para montar escritório em casa
 (Cargo X/Divulgação)
(Cargo X/Divulgação)
L
Luísa Granato

Publicado em 08/10/2020 às 16:32.

Última atualização em 08/10/2020 às 22:54.

A Cargo X, startup da área de logística, anunciou 100 vagas de emprego abertas até o final de 2020. As contratações começam agora em outubro e, por enquanto, os novos colaboradores entrarão na empresa em regime de home office.

Para ajudar os funcionários a se adaptarem ao novo modelo, a Cargo X oferece como benefício um subsídio de 750 reais para montar o espaço de trabalho em casa.

A empresa planeja contratar para as áreas de tecnologia, financeira e de negócios, mas já destaca que cerca de 40% das oportunidades estarão concentradas na primeira das três.

Segundo Federico Vega, presidente da startup, o período da pandemia foi de crescimento para a companhia, com o isolamento mantendo as oportunidades de negócios abertas.

“Nesse cenário, tivemos um crescimento substancial em nossa operação, o que agora nos permite reverter chances de recolocação profissional ao mercado”, afirma.

Com a projeção para o crescimento da equipe também, a empresa reservou 10% das vagas para a inclusão de profissionais com deficiência. Embora exista essa meta, todas as vagas estão abertas para PCDs.

“Acreditamos que promover a inclusão e a diversidade são formas de criar um ambiente de trabalho mais equilibrado, produtivo, justo e saudável, com trocas enriquecedoras para todos os envolvidos. O que acaba impactando positivamente na sociedade como um todo”, conclui Vega.

Além do subsídio para o home office, a empresa oferece Gympass, folga de aniversário, plano de saúde e odontológico (sem coparticipação) e cartão farmácia Alelo, entre outros. Os funcionários também passam por ciclos de desenvolvimento de carreira, com acesso à plataforma exclusiva de treinamentos.

Os interessados podem acompanhar as vagas pelo site ou pelo LinkedIn.