• BVSP 114.064,36 pts +1,6%
  • USD R$ 5,3030 -0,0004
  • EUR R$ 6,2281 +0,0011
  • ABEV3 R$ 15,8 +0,51%
  • BBAS3 R$ 29,52 +0,48%
  • BBDC4 R$ 20,75 +4,59%
  • BRFS3 R$ 23,88 +3,65%
  • BRKM3 R$ 56,45 -1,40%
  • BRML3 R$ 8,6 -0,35%
  • CSAN3 R$ 23,85 +2,10%
  • ELET3 R$ 39,01 +2,79%
  • EMBR3 R$ 23,63 +10,94%
  • Petróleo US$ 76,63 +0,22%
  • Ouro US$ 1.749,60 -0,01%
  • Prata US$ -
  • Platina US$ 1.059,90 +0,00%

Como uma startup quer empregar formados de 1ª geração em grandes empresas

Instituto Primeira Geração, fundado por Gilberto Castro (ex-Ambev e Estácio), quer colocar 10.000 jovens de famílias até então fora das universidades em posições de liderança na iniciativa privada até 2030

O fim de uma graduação do ensino superior costuma ser um daqueles pontos de virada pra todo mundo. É um momento de dúvidas. Fiz a escolha certa? Aprendi o suficiente? Qual o meu destino profissional? Essas são algumas das questões recorrentes de quem acabou de pegar o diploma.

O engenheiro carioca Gilberto Castro, dono de uma carreira consolidada após duas décadas em posições de destaque na Ambev e na Estácio (hoje Yduqs) olhou para essa situação sob um aspecto até então pouco explorado: quais são as dúvidas dos jovens da primeira geração de universitários na família?

EXAME Academy juntou-se à FRST Falconi para um curso exclusivo de liderança. Conheça!

Trata-se de um grupo crescente na sociedade brasileira. A expansão do ensino superior nas últimas duas décadas, aliada a políticas sociais como as cotas nas universidades e as bolsas de estudo do Prouni trouxeram uma leva de caras novas aos bancos escolares brasileiros.

Para ficar num exemplo muito particular, a Universidade de São Paulo, instituição superior mais prestigiada do país, registrou pela primeira vez na história mais alunos de escolas públicas do que privadas no vestibular deste ano  muitos deles oriundos de famílias até então sem acesso ao ensino superior.

gilberto-castro-prig-primeira-geracao Gilberto Castro, fundador do PriG: desafio de fazer jovens da primeira geração de universitários da família falarem a mesma língua do mundo corporativo

Gilberto Castro, fundador do PriG: desafio de fazer jovens da primeira geração de universitários da família falarem a mesma língua do mundo corporativo (Carolina Fernandes/Divulgação)

"Tudo isso é muito bacana", diz Castro. "Mas traz um novo desafio à sociedade brasileira que é o de colocar essa moçada no mercado de trabalho." Apesar de muitas empresas estarem investindo em técnicas de recursos humanos dedicadas a minimizar vieses em processos seletivos, o usual ainda é ver rostos muitos parecidos e de estratos sociais idem  interagindo em escritórios Brasil afora. "Falta conectar o jovem oriundo de classe baixa ao universo corporativo", diz Castro. "E fazer dele alguém capaz de falar a mesma língua de quem já está no mercado de trabalho."

O gargalo deu origem ao Instituto Primeira Geração, ou PriG, uma startup non-profit fundada em 2020 para uma espécie de "aceleração de carreiras" de jovens recém-formados oriundos de famílias até então sem chance de conviver tão perto com alguém com diploma de ensino superior.

Uma parte relevante desse apoio é um MBA de 12 meses focado em minimizar gaps na formação do jovem. Estão no projeto edtechs de porte, como a Descomplica e a FRST Falconi, braço de educação da consultoria de gestão fundada por Vicente Falconi.

Em outra ponta, empresas compradas na ideia se comprometem a contratar os jovens do PriG como estagiários para, de alguma maneira, oferecer um aprendizado na prática complementar aos conteúdos do MBA.

Desde abril, quando o PriG começou começou a rodar, empresas do porte de Ambev, Camil, Alpargatas, Suzano, Livelo, Cosan, Afya e Bondinho Pão de Açúcar já contrataram 60 estagiários do PriG. Até o fim do ano, esse número deve chegar a 120.

Para as empresas, um programa como o do PriG serve de alavanca para um time mais diverso. Vide o exemplo da Log-In, empresa de logística focada na cabotagem. "Pelo tipo de negócio da Log-In, temos um público masculino muito maior que o feminino", diz Andréa Simões, Diretora de Gente, Gestão e TI da Log-In, empresa que destina hoje metade das vagas de estágio que tem ao Instituto. "Com o programa, conseguimos trazer uma diversidade de experiências, social e geracional, o que tornou os perfis desses estagiários ainda mais valiosos."

Alguns dos estagiários estão dando uma virada já com alguns anos da carreira. Adriana Oliveira, aos 47 anos, depois de alguns anos na área comercial, atualmente é estagiária da área de Tecnologia de Informação na Log-In.

A meta de Castro é ambiciosa: ter 10.000 concluintes de primeira geração de ensino superior em cargos estratégicos e de liderança dentro das empresas até 2030 e escalar o modelo de negócios para mais empresas e ter uma abrangência nacional.

Dicas de carreira, vagas e muito mais

Você já conhece a newsletter da EXAME Academy? Você assina e recebe na sua caixa de entrada as principais notícias da semana sobre carreira e educação, assim como dicas dos nossos jornalistas e especialistas.

Toda terça-feira, leia as notícias mais quentes sobre o mercado de trabalho e fique por dentro das oportunidades em destaque de vagas, estágio, trainee e cursos. Já às quintas-feiras, você ainda pode acompanhar análises aprofundadas e receber conteúdos gratuitos como vídeos, cursos e e-books para ficar por dentro das tendências em carreira no Brasil e no mundo.

Quer receber as dicas de carreiras, vagas de emprego e ficar por dentro das tendências do mercado de trabalho? Assine a newsletter aqui.

De 1 a 5, qual sua experiência de leitura na exame?
Sendo 1 a nota mais baixa e 5 a nota mais alta.

 

Seu feedback é muito importante para construir uma EXAME cada vez melhor.

 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.