Ser pago para dormir? Empresa no Brasil busca "especialista em dormir"; salário é de R$ 5 mil

Para se candidatar não é necessário ser da área da saúde ou estudioso sobre sono, mas é imprescindível dormir 8 horas por dia
 (vadimguzhva/Thinkstock)
(vadimguzhva/Thinkstock)
L
Luciana Lima

Publicado em 08/08/2022 às 12:33.

Última atualização em 10/08/2022 às 12:23.

Já imaginou ser pago para dormir? Pois é exatamente essa a principal atividade da vaga de "Especialista em Dormir" aberta pela Emma Colchões, startup conhecida pelos colchões na caixa.

VEJA TAMBÉM:

Quais atividades o profissional que trabalhará dormindo irá realizar?

Com um salário mensal de R$ 5 mil, o profissional, além de testar e usar todos os produtos enviados pela marca, terá de postar as experiências e opiniões em suas redes sociais ao menos uma vez por semana ao longo do contrato.

O que é preciso para ser um Especialista em Dormir?

Para se candidatar não é necessário ser da área da saúde ou estudioso sobre sono, mas é imprescindível:

  • Ser brasileiro;
  • Maior de 18 anos;
  • Criativo;
  • Usuário frequente de redes sociais;
  • Dormir habitualmente ao menos 8 horas por dia. 

Os interessados devem preencher o formulário de inscrição e gravar um vídeo de apresentação explicando “Por que devo ser escolhido para ser um especialista em dormir pela Emma”.

Como gravar o vídeo: vertical (formato retrato), ter no mínimo 1 minuto e no máximo 1 minutos e 30 segundos.

As inscrições estão abertas até o dia 21 de agosto pela página da empresa no site trampos. 

Quanto custa um colchão da Emma Colchões?

De acordo com informações do site da Emma Colchões, há opções a partir de R$ 1.499 (modelo Emma Duo Comfort, sem capa protetora no tamanho Solteiro) chegando até R$ 6.899 (Colchão Emma Premium Hybrid, no tamanho King Size).

Inscreva-se e receba por e-mail dicas e conteúdos gratuitos sobre carreira, vagas, cursos, bolsas de estudos e mercado de trabalho.