Resort nas Maldivas abre vaga em livraria; funcionário ganha hospedagem de R$ 192 mil

O projeto começou em 2018 e seis pessoas foram contratadas. Os candidatos podem enviar seus currículos até 13 de agosto
Nas Maldivas, funcionário recebe salário e hospedagem no valor de R$ 196,7 mil (Divulgação/Divulgação)
Nas Maldivas, funcionário recebe salário e hospedagem no valor de R$ 196,7 mil (Divulgação/Divulgação)
I
Isabela Rovaroto

Publicado em 05/08/2022 às 16:51.

Última atualização em 05/08/2022 às 17:40.

Se você ama livros e praia, talvez esta vaga de trabalho seja para você. Um resort de luxo nas Maldivas está procurando alguém para administrar sua livraria. Em troca, o funcionário recebe salário e hospedagem no valor de R$ 196,7 mil.

A loja faz parte do complexo do resort Soneva Fushi e a vaga de emprego é temporária: o escolhido vai trabalhar no local por um ano, a partir de outubro de 2022.

Conteúdo Gratuito: veja 30 formas de ganhar renda extra mensal

De acordo com o site TimeOut, o salário é de US$ 750, cerca de R$ 3.963, mas o quarto onde o funcionário vai morar pelo tempo em que estiver trabalhando no arquipélago custa em torno de US$ 36,5 mil, cerca de R$ 192,8 mil, por noite.

O projeto começou em 2018 e seis pessoas foram contratadas para trabalhar na livraria Ultimate Library. Os candidatos podem enviar seus currículos até 13 de agosto.

Os candidatos devem ter "excelentes habilidades de inglês escrito e verbal", segundo publicação do Business Insider. Os interessados ​​devem ter experiência anterior com venda ou publicação de livros, gostar de ler e saber muito sobre literatura clássica e moderna.

Além disso, os candidatos saber usar e gerenciar redes sociais. Além de vender livros, os candidatos contratados vão compartilhar a sua experiência no emprego nas redes sociais da livraria.

VEJA TAMBÉM: 

Atos está com mais de 300 vagas de emprego em tecnologia; há possibilidade de home office

Itaú Unibanco abre vagas de trainee com salário de R$ 8 mil

O que muda com a MP que altera o vale-alimentação e regulamenta o home office