Quer trabalhar no exterior? Israel tem vagas para o setor de tecnologia

Governo do país busca atrair profissionais para lidar com escassez de trabalhadores especializados
Tecnologia: Israel busca atrair profissionais estrangeiros para o país (Frederic J. Brown/AFP)
Tecnologia: Israel busca atrair profissionais estrangeiros para o país (Frederic J. Brown/AFP)
Por Lucas AgrelaPublicado em 19/10/2021 14:03 | Última atualização em 19/10/2021 16:36Tempo de Leitura: 2 min de leitura

Se você trabalha no ramo de tecnologia ou é estudante dessa área, você pode se enquadrar no perfil buscado por Israel, que vai oferecer vistos de trabalho para estudantes e especialistas. 

O programa é promovido pelo governo e é coordenado pelo ministério de ciência e tecnologia e pelo ministério do interior do país.

Até 2026, o governo tem meta de estabelecer 15% de sua força de trabalho atuando no ramo de tecnologia.

Primeiramente, os vistos serão concedidos para profissionais que atuam no exterior em empresas israelenses. O salário pago aos profissionais deve ser duas vezes a média do salário recebido por trabalhadores de Israel (11.661 nis, cerca de 20 mil reais em conversão direta).

Na segunda etapa, o programa vai priorizar trabalhadores judeus. Na terceira fase, pessoas que estudam tecnologia em Israel poderão receber um visto de trabalho, com limite de 500. As informações são do jornal local Globes.

Israel tem uma escassez de cerca de 14 mil profissionais de tecnologia. A falta desses trabalhadores especializados é um problema mundial. Em 2030, uma escassez global de mais de 85 milhões de profissionais de tecnologia, representando US$ 8,5 trilhões em receita anual perdida, segundo a consultoria americana de gestão Korn Ferry.