Profissão que virou febre no metaverso chega ao Brasil pagando R$ 13.580

[Conteúdo Empiricus] As profissões no metaverso e Web3 estão com a demanda explodindo; algumas chegam a pagar R$ 13.580 sem exigir faculdade
Mark Zuckerberg: executivo mudou o nome do Facebook para Meta e disse que tornaria a empresa uma companhia de metaverso (Twitter/Reprodução)
Mark Zuckerberg: executivo mudou o nome do Facebook para Meta e disse que tornaria a empresa uma companhia de metaverso (Twitter/Reprodução)
E
EMPIRICUS - UM CONTEÚDO PROMOCIONAL

Publicado em 14/07/2022 às 15:38.

Última atualização em 19/07/2022 às 11:38.

Este conteúdo é produzido e apresentado por Empiricus

Se você não tem faculdade, não tem qualquer experiência na área de tecnologia, mas se considera uma pessoa esforçada e quer ter um bom salário, meus parabéns: você está apto a se especializar para um cargo no metaverso cujo salário médio é de R$ 13.580.

Isso mesmo, o salário médio de algumas profissões desse segmento é de mais de R$ 13 mil. E a melhor parte é que esse cargo não exige nem regime presencial. Você pode trabalhar diretamente da sua casa para as maiores empresas do Brasil e do mundo.

Além disso, repito: os profissionais não precisam de faculdade, experiência prévia ou qualquer outro pré-requisito rotineiro do mercado de trabalho para começarem.

O necessário é apenas um computador com internet, acesso a um conjunto específico de conhecimentos e disposição para entrar de cabeça em uma nova atividade com alto potencial de lucratividade que pode revolucionar a internet e o mundo como conhecemos.

Me refiro aqui a uma série de novas tendências que já estão mudando diversos mercados. Metaverso, Web3, Blockchain etc. Você provavelmente já ouviu falar desses termos, provavelmente como forma de investimento.

O que você provavelmente não sabe é que talvez a maior oportunidade desses novos segmentos seja a de criar uma carreira que pode pagar cerca de R$ 160 mil por ano.

Receba dicas, análises e conteúdos para sua carreira. Assine a newsletter da EXAME Carreira 3.0

Por que esses salários são tão altos?

Bom, isso acontece porque as maiores empresas do mundo estão numa verdadeira corrida contra o tempo para se adaptar a essas novas tendências. Você já deve ter visto notícias de grandes empresas investindo milhões em presença no metaverso.

Samsung inaugura loja no metaverso e distribui NFTs para usuários

(tudocelular/Reprodução)

JPMorgan aposta no metaverso e abre unidade na Decentraland

(InfoMoney/Reprodução)

E não pense que, para exercer essa profissão, você terá de aprender a programar, se tornar um desenvolvedor ou um analista de TI. Esses cargos são bem democráticos no que diz respeito ao conhecimento exigido, tanto é que é possível começar a aprender tudo em apenas oito semanas.

Não à toa que existem, literalmente, centenas de vagas abertas por empresas desesperadas para encontrar os melhores profissionais — com salários que superam, com facilidade, a média do mercado de trabalho.

Print mostrando 779 vagas de agile coach no LinkedIn, um dos cargos que está em alta nessa nova tendência

(Linkedin/Reprodução)

Conheça a profissão que não exige faculdade e paga R$ 13.580

Estas são as vagas disponíveis para o cargo de agile coach, por exemplo. Esse é o responsável pela implementação de processos rápidos e inteligentes em empresas. O salário médio desse profissional é de R$ 13.580, como você pode ver no print abaixo — e sem necessidade de qualquer formação superior.

Print mostrando salário médio de R$ 13.580 para o cargo de agile coach

(Glassdoor/Reprodução)

E essa é apenas uma das diversas profissões com altos salários que surgiram recentemente.

Saiba como estar um passo à frente na sua carreira com conteúdos gratuitos de desenvolvimento profissional. Assine a news Carreira 3.0

Qualquer um pode começar do zero, inclusive você

Eu sei que tudo isso parece ser bom demais para ser verdade. Mas esta é a tendência de novas tecnologias: criar novos empregos e pagar excessivamente bem nos primeiros anos.

Isso aconteceu em praticamente toda revolução tecnológica pela qual a humanidade passou. Novos empregos foram criados, em vista da necessidade de atender as demandas das novas tecnologias — e quem estava qualificado antes de todo mundo teve a chance de surfar a onda e aproveitar os melhores salários.

Além disso, a nova profissão permite que você trabalhe em casa, perto da família e dos filhos e crie a sua própria rotina de trabalho. Tudo isso recebendo um salário digno de médico ou de engenheiro.

E isso não é nenhum exagero. Com essa nova profissão, é realmente possível receber salários de elite sem precisar de nenhuma formação tradicional.

Como afirmou Vinícius Bazan, especialista em tecnologia e analista no grupo Empiricus, "você pode ganhar como profissionais de TI sem saber uma linha de código."

Mas é claro que nem tudo são rosas. Existe um grande gargalo para quem quer começar a ganhar dinheiro nessa nova profissão.

Você precisa de um conjunto de conhecimentos que, embora não sejam tão difíceis quanto programação ou matemática avançada, não são óbvios e precisam ser aprendidos para exercer essa profissão.

Isso faz sentido. Afinal, um salário de R$ 13.580 só pode ser possível se o profissional sabe o que está fazendo e entrega um trabalho de extremo valor para a empresa.

A boa notícia é que, com o amadurecimento desse mercado, diversas soluções foram criadas para inibir esse problema inicial. Hoje já é possível começar do zero e, em apenas dois meses, adquirir os conhecimentos necessários para ter condições de disputar qualquer vaga.

Como isso é possível? Algumas empresas oferecem formações profissionais, verdadeiros cursos de qualificação — muitos deles sendo até gratuitos.

R$ 100 milhões estão sendo investidos em formação agora mesmo

Por mais que R$ 13 mil pareça muito para você que não conhece esse universo, a realidade é que essa é até uma projeção conservadora se levarmos em conta todo o potencial e todo o investimento que está sendo feito nessas novas tecnologias.

Uma das notícias que chamou a atenção recentemente e que ilustra esse ponto com maestria é o anúncio do investimento de R$ 100 milhões da Faculdade XP.

Faculdade XP investe R$ 100 milhões em cursos de tecnologia

(CNN Brasil/Reprodução)

Com aporte de R$ 100 milhões, XP cria faculdade de olho no "gap" de tecnologia

(Neofeed/Reprodução)

É isso mesmo. Uma das principais empresas de investimentos do país está apostando R$ 100 milhões na formação desses profissionais.

Você acha que os diretores e membros da alta gestão da XP estão “queimando” dinheiro? Claro que não, né? Eles sabem o que estão fazendo e têm projeções bastante confiantes de que esses R$ 100 milhões vão dar um bom retorno no futuro.

Afinal, investir na formação de profissionais é, literalmente, investir no futuro da própria empresa, já que a companhia admite estar interessada nesses profissionais.

É por isso que o potencial é tão alto e que você pode ganhar tanto ao ingressar agora nesse novo universo.

As empresas estão numa verdadeira 'corrida do ouro' para se adaptar a essas novas tecnologias, e o profissional que puder ajudar nesse trajeto tem todo o potencial de ganhar muito dinheiro.

Este conteúdo é produzido e apresentado por Empiricus.