Para Bill Gates, isso é o que separa líderes de sucesso dos gestores comuns

Bilionário compartilhou um princípio de liderança fundamental e atemporal especialmente aplicável à pandemia do novo coronavírus

Durante sua gestão como CEO da Microsoft, Bill Gates compartilhou um princípio de liderança fundamental e atemporal especialmente aplicável à pandemia do novo coronavírus. O bilionário e cofundador da Fundação Bill & Melinda Gates declarou:

Ao olharmos para o próximo século, os líderes serão aqueles que terão o poder de capacitar os outros.

Bill Gates

Agora que a maior parte dos líderes foram forçados a direcionar suas organizações para o trabalho remoto, podemos ter certeza que, aqueles que se diferenciam, são os que capacitam efetivamente as pessoas em tempos de incerteza.

A capacitação vem de várias formas. Os líderes devem — e muitos já estão nesse processo — fazer o que for preciso para proteger os funcionários e a empresa, ter empatia para atender às necessidades das pessoas e estar atentos às necessidades de saúde mental dos membros de sua equipe.

Existem inúmeras maneiras de capacitar seus funcionários atualmente, e três se destacam em particular.

1. Coloque seus funcionários em primeiro lugar

O papel de cada líder agora envolve uma resposta proativa diária aos desafios que sua equipe enfrenta. Seja em reuniões para discutir como proteger os funcionários ou a empresa, bons líderes devem ser empáticos para atender às necessidades das pessoas. Eles estão atentos às necessidades de saúde mental dos membros da equipe e de suas famílias, principalmente em tempos de isolamento social — onde dificuldades econômicas e outras incertezas pesam de maneira única sobre cada indivíduo.

2. Incentive dias de saúde mental

Você consegue se lembrar de uma época em que tantos eventos estressantes ocorreram tão próximos?

O primeiro passo para ajudar os funcionários a gerenciar o estresse de 2020 é oferecer dias de folga para cuidar da saúde mental. Os líderes devem dar o primeiro passo e participar ativamente um dia de saúde mental para mostrar aos funcionários que está tudo bem fazer parte dessa iniciativa.

De acordo com a cientista-chefe da força de trabalho da Achievers, Natalie Baumgartner, quando os funcionários veem líderes e gerentes tirando dias de folga especificamente para uma pausa “de saúde mental”, isso aponta para uma forma de “permissão” para que os funcionários façam o mesmo, sem medo de repercussões.

3. Capacite as pessoas a serem humanas

As pessoas são seres emocionais e estes são tempos particularmente emocionais. Os líderes devem abrir mão da busca pela perfeição e, em vez disso, fornecer um ambiente onde os trabalhadores possam se expressar abertamente.

“A vulnerabilidade emocional é uma das qualidades mais importantes que alguém pode ter como líder”, disse Jason Tan, CEO da empresa da Sift ao site Inc. Tan foi criado para manter suas questões emocionais isoladas dos outros e, como resultado, muitas vezes duvidava de si mesmo como líder. “Nossos empregos constituem uma grande parte de nossas vidas, e desligar suas emoções por oito horas todos os dias convida ao desligamento emocional em todos os aspectos da vida e mina a autoconfiança”, afirma.

Capacitar os funcionários a serem eles mesmos — isso inclui suas emoções — é uma forma fundamental de construir segurança psicológica e desenvolver confiança. Às vezes, isso significa ser honesto sobre obstáculos e deficiências, ou simplesmente ser flexível para os que os funcionários façam o mesmo.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.