Mesóclise e ênclise: quando usar? Veja exemplos

O colunista Diogo Arrais explica o que é em quais contextos utilizar a mesóclise e ênclise
 (Getty Images/Getty Images)
(Getty Images/Getty Images)
D
Da RedaçãoPublicado em 18/11/2022 às 16:08.

Na semana passada, tratei sobre Colocação Pronominal, sobre o sentido mais amplo de próclise. Hoje, os casos de mesóclise e ênclise.

São fatores mesoclíticos os tempos de futuro do indicativo – futuro do presente e futuro do pretérito.

Chamar-te-ei, quando o querido Douglas chegar.
Caso haja tempo, responder-lhe-ei amanhã.

LEIA TAMBÉM:

No entanto, caso haja partícula de próclise (ou como fator de próclise), o pronome deve aparecer antes do verbo.

Amanhã se encontrarão várias pessoas em Ipanema.

Se não houver termo que determine a próclise, se não houver termo que determine a mesóclise (futuro do presente ou futuro pretérito), deve haver, então, a ênclise:

Amo-te mais ainda.
Diga-me com quem você estuda.

Caso o gerúndio vier precedido da preposição "em", deve-se empregar a próclise.

Em se tratando de Copas do Mundo, nosso Brasil é rei.

Não se esqueça de que jamais haverá pronome oblíquo átono após particípio.

Ele havia me contado tudo sobre o filme de Caio Blat.

Um grande abraço, até a próxima e inscreva-se no meu canal!

DIOGO ARRAIS
http://www.ETIMO.com.br
YouTube: MesmaLíngua
Professor de Língua Portuguesa

Inscreva-se e receba por e-mail dicas e conteúdos gratuitos sobre carreira, vagas, cursos, bolsas de estudos e mercado de trabalho.