Júnior com salário de sênior: novo setor oferece salários 30% acima da média sem exigir experiência

Remunerações que ultrapassam os R$20 mil ao mês são nova regra para setor que promete revolucionar o mercado de tecnologia. E o melhor: não precisa ter experiência na área para começar; confira.
 (Carlina Teteris/Getty Images)
(Carlina Teteris/Getty Images)
D
Da RedaçãoPublicado em 04/11/2022 às 14:25.

Imagine ganhar, com apenas poucos meses de experiência, o equivalente a R$400 mil ao ano (cerca de R$30 mil ao mês) como remuneração por seu trabalho. Parece impossível, mas essa é a quantia que milhares de jovens têm recebido por seus trabalhos no setor de tecnologia em companhias internacionais.

Mas isso não é novidade para ninguém. O setor já é amplamente reconhecido por pagar salários acima da média. Segundo dados da Glassdoor, profissionais de nível júnior (aqueles que estão ainda adquirindo experiência), por exemplo, podem receber de R$ 5 mil a R$ 7,5 mil ao mês, aproximadamente 3,5x a média salarial nacional.

No entanto, engana-se quem pensa que para conquistar remunerações deste nível são necessários anos de experiência em tecnologia, código e programação. 

O mercado que contratou quase 200 mil pessoas apenas em 2021, agora, procura profissionais de todas as áreas para ocuparem cargos como: professor, gerente, contador de histórias, designer, advogado, segurança, narrador, comunicador e mais, em um novo e promissor setor: o metaverso.

Seja o profissional mais disputado deste novo mercado. Clique aqui e descubra como!

O que é o metaverso e por que as empresas estão de olho nele?

Conhecido como a “grande aposta” da Meta, antigo Facebook, o metaverso nada mais é do que uma nova forma de usar o computador e a internet que conhecemos. Através de dispositivos de realidade virtual (VR) e realidade aumentada (AR) a experiência de fazer compras, pedir uma refeição, conversar com seus amigos e até trabalhar se torna muito mais imersiva e real.

Você pode ter aulas de história na Grécia, trabalhar dentro do escritório de sua empresa, mesmo estando em casa, e ir ao supermercado sem precisar levantar do sofá da sala.

Para as empresas, a grande vantagem de entrar no metaverso é proporcionar mais um local de contato com seus consumidores. E se as pesquisas se confirmarem, é no metaverso que os consumidores das próximas gerações estarão. No entanto, por ser uma área muito nova, as empresas ainda estão planejando como entrar nesse universo e, é claro, como rentabilizar as suas ações por lá.

Se a tendência de realidade virtual e aumentada seguir a mesma trajetória da internet, em poucos anos será obrigatório, principalmente para as milhões de empresas do mundo, estar dentro do metaverso. Da mesma forma que, hoje, é raro encontrar um comércio que não tenha perfil no Instagram, em alguns anos provavelmente será raro encontrar um comércio que optou por não estar no metaverso.

Dê o primeiro passo para conquistar o seu espaço no metaverso! Clique aqui e conheça a 1ª formação dedicada a preparar profissionais para a maior revolução empresarial e tecnológica do século

Oportunidades para todas as áreas

Mas, agora, o que interessa: como aproveitar o metaverso para aumentar o seu salário e construir uma carreira? É mais simples do que parece.

Imagine todas as profissões que surgiram - ou prosperaram - com a internet, como designers, redatores, estrategistas de vendas, produtores de conteúdo, professores, advogados especializados, programadores, roteiristas, gerentes de produto, gerentes de projetos etc.

No metaverso, será igual. Todas as profissões que você conhece hoje, aos poucos, deverão migrar para este mundo virtual. No entanto, estamos falando aqui de um metaverso 100% desenvolvido e em pleno funcionamento.

Mas isso ainda não é a realidade. 

Hoje, o metaverso está apenas dando os seus primeiros passos e, por isso, alguns profissionais são naturalmente mais valorizados do que outros. Os desenvolvedores, por exemplo, são peças fundamentais no processo de colocar o metaverso “de pé” e possibilitar que ele exista. Sem a programação, nada do que falamos poderia acontecer.

Mas há um outro profissional que tem sido um divisor de águas para as empresas darem o primeiro passo rumo ao metaverso - e, por isso, tem sido tão bem remunerado: o Digital Manager. 

Conhecido também como gerente de projetos, o Digital Manager é responsável por definir como será a experiência do usuário final no Metaverso, bem como definir os tipos de produtos que serão criados e a estratégia de monetização dessas iniciativas. 

O Digital Manager não é o executor operacional, mas sim o responsável por coordenar um time. Ou seja, as suas habilidades comportamentais são muito mais importantes que suas habilidades técnicas. Por isso, profissionais de qualquer área de atuação conseguem fazer uma transição de carreira para esta posição.

Conteúdo gratuito: Descubra como o metaverso pode te ajudar a ganhar mais em sua profissão. Clique aqui e acesse.

Remunerações 30% acima da média

Por carecer de profissionais qualificados, o setor tem oferecido salários  20% a 30% maiores que a média. Enquanto em um cargo de Gerente de Projetos o profissional recebe, em média, R$11 mil, no mercado do metaverso, um Gerente de Projetos Digitais começa ganhando R$12 mil, mas pode alcançar remunerações de R$30 mil dependendo da empresa, da complexidade do projeto e do nível de qualificação do profissional.

(Glassdoor/Reprodução)

(Glassdoor/Reprodução)

Como começar uma Carreira no Metaverso?

O primeiro passo, sem dúvidas, é conhecer a tecnologia. Será exigido de um Digital Manager, por exemplo, conhecimento sobre: estratégias ágeis, TI para produtos digitais, gestão de risco, LGPD, tecnologias disruptivas, marketing aplicado ao metaverso, data mining, big data e modelagem de produtos digitais, por exemplo.

Todos esses conceitos deverão ser dominados através de estudo e especialização. Entre as exigências das empresas estão, principalmente, profissionais que transmitam segurança e demonstrem domínio sobre o tema.

Dê o 1º passo com 4 aulas gratuitas do MBA em Metaverso do Ibmec

E foi pensando nisso que a EXAME decidiu ajudar a formar os primeiros especialistas em metaverso do Brasil. De olho na crescente relevância do metaverso no mundo corporativo (e na enorme oportunidade que isso representa para empresas e profissionais), a EXAME Academy e o Ibmec, uma das mais tradicionais escolas de negócios do país, desenvolveram o Master em Digital Manager e Metaverso. 

Em nível de pós-graduação, o curso conta com um grupo docente de peso (composto por profissionais de mercado) e mais de 90 horas de atividades práticas. Saiba mais aqui.

Para que os interessados possam conhecer o conteúdo antes de comprá-lo, as quatro primeiras aulas da formação serão disponibilizadas de maneira 100% gratuita a partir do dia 14 de novembro. O conteúdo será entregue de forma online, e todos que participarem terão direito a um certificado de participação – independentemente de decidirem, ou não, fazer o curso completo. 

Para participar, basta realizar sua inscrição clicando aqui ou no botão abaixo:

QUERO PARTICIPAR DAS 4 AULAS GRATUITAS DO MBA EM DIGITAL MANAGER E METAVERSO DO IBMEC EM PARCERIA COM A EXAME