A página inicial está de cara nova Experimentar close button
Conheça o beta do novo site da Exame clicando neste botão.

Instituto PROA quer treinar alunos de escola pública para primeiro emprego

A ONG, de expressão nacional, vai oferecer 1.000 vagas em cada estado a curso gratuito com temas do mercado de trabalho para alunos de SC e RS

Os jovens de ensino médio do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina ganham uma possibilidade de ampliar a perspectiva de jovens em relação à sua realidade. O Instituto PROA, de São Paulo, passa a atuar nos dois estados com o objetivo de capacitar jovens de baixa renda para o seu primeiro emprego.

É uma oportunidade fundamental para que esse público se torne protagonista de suas próprias vidas, mediante o aprendizado de conteúdos comportamentais, culturais e técnicos para preparar os jovens na conquista de seu primeiro emprego.

O PROA foi criado em 2007 a partir de um grupo de empresários que tinham um sonho em comum: ajudar jovens com poucas oportunidades a se tornarem protagonistas de suas próprias vidas. O Instituto desenvolveu uma Plataforma e uma metodologia que pode ser ampliada para transformar a realidade de jovens de todo o país. Desde a fundação, passaram pelo curso 8.500 alunos e 9 de cada 10 alunos formados conseguiu conquistar um emprego em boas empresas.

O Instituto PROA nasceu em São Paulo e, desde 2021, passou a atuar no Rio de Janeiro. Para 2022, prepara sua implantação no Sul do País. Além do Rio Grande do Sul, Santa Catarina vai oferecer vagas na Plataforma PROA.

Inscrições e início das aulas

As aulas iniciarão em 4 abril de 2022. Os interessados já podem se inscrever gratuitamente no site da ONG até o dia 29 de março de 2022. As inscrições podem ser feitas no site https://plataforma.proa.org.br/

Para participar, é preciso ter entre 17 e 22 anos; estar cursando ou ter concluído o 3º ano do Ensino Médio em uma escola pública; e residir no Estado do Rio Grande do Sul.

O curso é on-line e gratuito. A duração é de três meses e, após, há um processo de encaminhamento para vagas de emprego para esses jovens.

Processo seletivo

A seleção inclui duas etapas: primeiro, os jovens respondem um teste básico de Língua Portuguesa e Raciocínio Lógico, depois é realizada uma análise comportamental, por meio de áudio enviado no WhatsApp sobre o motivo de interesse no PROA e como as aulas impactarão o futuro do candidato.

Dinâmica das aulas

O curso tem duração de três meses, com aulas gravadas de 1h30/dia, somando 7h30 semanais, que devem ser assistidas de segunda a sexta-feira, no horário que o aluno achar mais conveniente, além de um encontro semanal ao vivo com tutores em horários específicos.

Os selecionados ganham material didático virtual, certificado de conclusão emitido pelo PROA e, claro, terão acesso às vagas de emprego disponíveis no mercado após o curso.

Por meio de aprendizagem ativa, os alunos ingressam em uma jornada sobre os temas: Autoconhecimento (20h), Planejamento de Carreira (20h), Projeto Profissional (20h), Raciocínio Lógico (20h) e Comunicação (20h).

Rio Grande do Sul

Em solo gaúcho o Instituto PROA tem parceria com o Instituto Cyrela. Desde 22 de novembro, 1.000 vagas gratuitas para capacitar jovens vindos do 3º ano do Ensino Médio de escola pública estão abertas.

“Sentimos que o mercado gaúcho é cheio de oportunidades e os jovens do Rio Grande do Sul são pessoas que buscam ter um futuro brilhante. São estudiosos e focados. Buscamos jovens assim, com o brilho nos olhos e prontos para agir e mudar a sua realidade para melhor”, destaca Alini Dal’Magro, CEO do Instituto PROA.

Santa Catarina

Entre os parceiros estão a catarinense BRF, uma das maiores companhias de alimentos do mundo, e mais de 80 empresas nacionais e internacionais que também atuam no Estado.

O PROA também anuncia para o Estado uma grande novidade, a trilha técnica optativa, com 50h de aulas, apoiada por empresas parceiras. Compõem o conteúdo: Análise de Dados (iFood), Varejo (Via – Fundação Casas Bahia), Administração (P&G), Logística (P&G), UX Design (Accenture) e Promoção de Marcas (BrF).

“Nosso início em Santa Catarina está marcado por otimismo. O Estado tem oportunidades profissionais excelentes e vamos conectar centenas de jovens com o primeiro emprego. Fizemos uma ampla pesquisa, e a partir dela, entendemos quais são as competências necessárias para que eles estejam preparados para as reais demandas das empresas parceiras”, diz a catarinense Alini Dal’Magro, CEO do Instituto PROA.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também