Carreira

Futuro do trabalho: “green skills” serão necessárias em todos os setores da economia, diz estudo

Relatório do LinkedIn indica que vagas tradicionalmente ligadas à sustentabilidade não são as únicas a exigir habilidades verdes dos candidatos; entenda

ESG: mercado já movimenta mais de US$ 35 trilhões (Getty Images/Getty Images)

ESG: mercado já movimenta mais de US$ 35 trilhões (Getty Images/Getty Images)

Isabel Rocha
Isabel Rocha

Jornalista

Publicado em 6 de fevereiro de 2023 às 17h09.

Última atualização em 1 de julho de 2024 às 14h48.

A contratação dos chamados talentos verdes está acelerando mais rápido do que a de outros profissionais. Esta é uma das principais conclusões do Global Green Skills Report 2022, divulgado pelo Linkedin no final do ano passado. E também um importante alerta sobre os rumos do trabalho no futuro.

“A pandemia acelerou essa tendência, o que sugere que o talento verde tem sido relativamente mais resiliente a uma recessão económica do que o talento não verde”, diz o documento.

No entanto, os dados também revelam que, enquanto as ofertas de emprego que exigem habilidades verdes dos candidatos cresceram 8% ao ano nos últimos cinco anos, a parcela de talentos verdes cresceu apenas cerca de 6% ao ano no mesmo período. Ou seja: a demanda por talentos verdes tende a ultrapassar, em breve, a oferta destes profissionais no mercado.

“Nós não fizemos progresso o suficiente quando se trata de qualificar os trabalhadores com as habilidades verdes necessárias para atender a essa demanda crescente”.

Carreira na economia verde: série online e gratuita revela como desenvolver as habilidades verdes mais procuradas pelas empresas. Assista!

(Linkedin Global Green Skills Report 2022/Reprodução)

Mas, ao contrário do que se possa imaginar, a maioria das vagas que exigem as chamadas “green skills” dos candidatos não são, necessariamente, para os “empregos verdes tradicionais” – ou seja, aqueles que dependem de um amplo conhecimento das habilidades verdes para serem executados. 

Na verdade, apesar do crescimento acelerado de carreiras exclusivamente verdes como Gerente de Sustentabiliade, Consultor Solar, Ecologista e outros; os empregos que exigem habilidades verdes e mais crescem globalmente fazem parte de outros setores – e incluem funções como Gerente de Compliance, Manager Facilities e Representante de Vendas .

 “Nem todos os empregos precisarão ser exclusivamente verdes - não é apenas sobre construir painéis solares. É sobre o fabricante de moda sustentável, o gestor de logística, o gerente de vendas...” exemplificam.

Carreira da Economia Verde: por onde começar?

De olho nesse cenário, a EXAME apresenta, entre os dias 6 e 14 de fevereiro, a série especial Carreira na Economia Verde. 

Virtual e totalmente gratuito, o treinamento é apresentado por pela diretora de ESG da EXAME Renata Faber, que promete revelar tudo o que você precisa saber para construir uma carreira alinhada às novas necessidades do mercado e se tornar um dos profissionais mais completos e disputados pelas empresas atualmente.

Após assistirem aos quatro vídeos, todos os participantes receberão um certificado para incluir no currículo.

Inscreva-se aqui para garantir a sua vaga e acompanhar a série gratuitamente!

 

Acompanhe tudo sobre:Sustentabilidadebranded marketing

Mais de Carreira

7 profissões para quem gosta de organizar coisas

7 profissões para quem gosta de e-sports

12 profissões para quem gosta de ler

Em iniciativa inédita, Faculdade EXAME apresenta aula de MBA em Finanças Corporativas gratuitamente

Mais na Exame