A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Facebook já é a rede social mais usada por recrutadores da Europa e Ásia

De acordo com especialista, LinkedIn ainda é principal ferramenta de seleção no Brasil

São Paulo – Pelo menos na Ásia e na Europa, o Facebook já é a rede social preferida dos headhunters quando o objetivo é encontrar mais informações sobre candidatos.

É o que aponta pesquisa da Right Management divulgada nesta terça-feira. Segundo o levantamento, 75% dos recrutadores de companhias com operação na Ásia já usam a rede social de Mark Zuckerberg nos processos de seleção. Na Europa, esse número é de 62% dos entrevistados.

Nos Estados Unidos, a proporção é oposta. O LinkedIn continua sendo a rede social queridinha dos headhunters. Lá, segundo o estudo, 93% dos recrutadores utilizam a ferramenta durante o processo de seleção.

O Twitter obteve a pior participação nos três continentes. Nos Estados Unidos, apenas 18% das empresas verificam as contas dos candidatos no serviço de microblogs.

A Right Management ainda não tem um mapeamento oficial sobre a relação recrutamento e redes sociais no Brasil, mas Elaine Saad, gerente geral da Right Management, admite que o LinkedIn continua na liderança desse mercado no país.

“De 60 a 70% das buscas por candidatos hoje são feitas no LinkedIn. O Facebook já tem um espaço bem importante, de 15% a 20%”, diz.

Cultura
Segundo ela, essa preferência pelo LinkedIn está relacionada exatamente ao foco profissional da rede. “Se a pessoa não tiver a qualificação necessária para o cargo fica muito difícil trabalhar qualquer outro ponto. Por isso, buscamos primeiro as informações no LinkedIn”, afirma. “Depois, complementamos esses dados profissionais com as características pessoais expostas no Facebook”.

Para ela, o comportamento oposto no mercado europeu e asiático pode ser explicado pelo perfil cultural dos dois povos. “Em outros países, as pessoas têm a tendência de preencher o Facebook já com informações profissionais”, diz.

O nível de qualificação profissional da população também contribui para isso. “Aqui, nós precisamos fazer uma pré-seleção antes para chegar se a pessoa tem a capacitação técnica para o cargo”, afirma.

 

Local LinkedIn Facebook Twitter
América do Norte 93% 34% 18%
Europa 42% 62% 35%
Ásia 32% 75% 48%
Global 52% 58% 34%

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também