• BVSP 115.062,54 pts -1,0%
  • USD R$ 5,2228 -0,0008
  • EUR R$ 6,1466 -0,0269
  • ABEV3 R$ 16,01 -2,62%
  • BBAS3 R$ 29,03 -0,68%
  • BBDC4 R$ 21,03 -0,94%
  • BRFS3 R$ 23,86 -0,13%
  • BRKM3 R$ 69,99 +0,82%
  • BRML3 R$ 8,63 -1,15%
  • CSAN3 R$ 23,3 -0,85%
  • ELET3 R$ 38,01 -0,50%
  • EMBR3 R$ 21,4 +0,33%
  • Petróleo US$ 75,41 -0,07%
  • Ouro US$ 1.778,50 -0,91%
  • Prata US$ 25,60 +0,00%
  • Platina US$ 1.067,20 +0,00%

Como avaliar o melhor momento para comprar ou vender uma ação

Especialistas do mercado financeiro que possuem especializações em valuation são cada vez mais requisitados por instituições financeiras e investidores

Muitos fatores interferem na precificação do papel de uma companhia na bolsa de valores. Por isso, é importante saber quais são os indicadores que podem revelar possíveis ganhos ou prejuízos que uma ação poderá ter no curto, médio e longo prazo. No podcast EXAME Agora desta terça-feira, 10, conversamos com a especialista do BTG , Juliana Machado, que destacou os pontos mais importantes desse método de avaliação de empresas. Confira logo abaixo:

É comum ver as ações subindo ou caindo devido a notícias sobre aquisições, vendas, fusões, entre outras movimentações no mercado. Mas existem maneiras de descobrir se uma empresa vale a pena e se os seus papéis na bolsa de valores estão com um preço considerado justo. Entre elas está o valuation.

Impulsione sua carreira no mercado financeiro. Saiba mais sobre o Executive MBA em Valuation e Análise Financeira

O termo em inglês significa “processo de avaliação” de uma empresa. Sua função é tentar medir o valor de uma companhia para saber se o preço que está sendo pago por ela é justo e, com isso, avaliar a compra ou venda dos papéis na bolsa.

No valuation, por meio de processos quantitativos, os especialistas conseguem analisar a situação financeira e saber, consequentemente, quais as perspectivas de crescimento de um determinado negócio. Apesar do termo parecer complicado, ele não é um bicho de sete cabeças e pode ser ensinado em cursos e MBAs específicos.

Quem pode se beneficiar do valuation?

É imprescindível que o profissional ou o investidor estude a empresa a fundo para entender suas operações, já que ele irá estimar fluxos de caixas futuros, a partir de premissas que a própria companhia divulga e de seus princípios em conhecer o setor que ela atua e a forma como opera. A analista de investimentos do BTG Pactual digital, Juliana Machado, explica a importância de saber fazer o valuation de uma companhia.

“Ao conseguir medir o valor de sua companhia, você consegue chegar a uma resposta, se deve comprar ou vender e encontrar oportunidades melhores. Ao fazer o valuation, você identifica distorções para cima ou para baixo e define se o mercado está subestimando ou supervalorizando o valor de uma companhia”, afirma.

Mas o valuation não é só para quem é investidor ou analista. Ele também serve para os donos e sócios de empresas estimarem o real valor de seus negócios. Caso isso não seja feito, no longo prazo pode trazer grandes prejuízos, dificultando a tomada de decisões importantes, principalmente relacionadas às questões de venda e fusão.

Segundo a analista do BTG, a forma mais eficiente de se calcular o valor de uma empresa é por meio do fluxo de caixa descontado, chamado também de FCD.

“Você vai estimar esses fluxos de caixa futuros e trazer eles ao valor presente, por meio do uso de uma taxa de desconto”, explica. “Isso significa que é preciso considerar o preço do dinheiro no tempo, que é uma taxa de juros. Então para saber quanto o fluxo de caixa do futuro vale agora, você precisa fazer essa conta para trazer ele para valor presente, descontando o fluxo de caixa por uma taxa de juros.”

“Isso porque a ação incorpora as perspectivas que os agentes têm para aquela empresa. Se eu acredito que a companhia vai continuar entregando resultados favoráveis, tenho que ter aquela ação porque ela vai representar uma oportunidade de valorização”, explica.

Existem outras formas de se calcular o valuation também, como a metodologia de múltiplos de mercado e a de valor patrimonial. Todas elas utilizam modelos diferentes de cálculos, porém com a mesma finalidade.

MBA em Valuation

Com o propósito de aumentar o número de pessoas capacitadas no mercado de trabalho, a EXAME Academy, em parceria com a FIPECAFI, entidade sem fins lucrativos criada por professores do Departamento de Contabilidade e Atuária da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da USP, lançou o Executive MBA em Valuation e Análise Financeira.

A especialização é voltada aos executivos que atuam no mercado financeiro e querem alavancar a carreira, desenvolvendo o senso de decisões de investimentos e capacidade para avaliar negócios cautelosamente.

O curso possui duração de 12 a 15 meses, com carga horária de 420 horas, e é totalmente online. As turmas são modulares. Ou seja, não é necessário esperar um novo semestre para dar início aos seus estudos no curso. Você pode fazer a matrícula e começar sua jornada rumo à expertise do mercado financeiro. Os docentes do MBA em Valuation e Análise Financeira são Mestres e Doutores formados pela USP.

Impulsione sua carreira no mercado financeiro. Saiba mais sobre o Executive MBA em Valuation e Análise Financeira

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.