• AALR3 R$ 20,15 -0.74
  • AAPL34 R$ 67,35 -0.01
  • ABCB4 R$ 16,54 -0.66
  • ABEV3 R$ 14,00 -0.92
  • AERI3 R$ 3,57 -1.11
  • AESB3 R$ 10,86 2.26
  • AGRO3 R$ 30,93 -0.58
  • ALPA4 R$ 21,43 2.88
  • ALSO3 R$ 19,02 0.05
  • ALUP11 R$ 27,10 -0.77
  • AMAR3 R$ 2,52 5.00
  • AMBP3 R$ 31,00 2.31
  • AMER3 R$ 21,89 -4.33
  • AMZO34 R$ 65,21 2.26
  • ANIM3 R$ 5,47 2.05
  • ARZZ3 R$ 79,20 -0.75
  • ASAI3 R$ 15,65 -1.57
  • AZUL4 R$ 20,07 -3.00
  • B3SA3 R$ 11,89 -1.08
  • BBAS3 R$ 37,43 -0.98
  • AALR3 R$ 20,15 -0.74
  • AAPL34 R$ 67,35 -0.01
  • ABCB4 R$ 16,54 -0.66
  • ABEV3 R$ 14,00 -0.92
  • AERI3 R$ 3,57 -1.11
  • AESB3 R$ 10,86 2.26
  • AGRO3 R$ 30,93 -0.58
  • ALPA4 R$ 21,43 2.88
  • ALSO3 R$ 19,02 0.05
  • ALUP11 R$ 27,10 -0.77
  • AMAR3 R$ 2,52 5.00
  • AMBP3 R$ 31,00 2.31
  • AMER3 R$ 21,89 -4.33
  • AMZO34 R$ 65,21 2.26
  • ANIM3 R$ 5,47 2.05
  • ARZZ3 R$ 79,20 -0.75
  • ASAI3 R$ 15,65 -1.57
  • AZUL4 R$ 20,07 -3.00
  • B3SA3 R$ 11,89 -1.08
  • BBAS3 R$ 37,43 -0.98
Abra sua conta no BTG

Empresários comemoram: 80% dos brasileiros nunca acessaram o metaverso

Declarado como o futuro da internet, o metaverso ainda não está nem perto de conquistar os brasileiros. Segundo empresários do setor, essa é a melhor notícia que poderiam receber; entenda o porquê.
 (Getty Images/Kilito Chan)
(Getty Images/Kilito Chan)
Por Da redaçãoPublicado em 02/05/2022 11:29 | Última atualização em 05/05/2022 18:04Tempo de Leitura: 6 min de leitura

Que o metaverso promete revolucionar o futuro, você, provavelmente, já está cansado de escutar. A aposta da Meta (antiga Facebook) e de outras dezenas de empresas é de que, em um futuro próximo, o mundo todo esteja imerso nessa realidade virtual.

A confiança no projeto é tão alta que o próprio Mark Zuckerberg, fundador da Meta, investiu US$10 bilhões em 2021 na divisão Reality Labs, responsável pelos serviços de realidade virtual e pela criação do Metaverso. 

Com tantas apostas altas, fica fácil pensar que o metaverso não será mais o futuro, mas sim que já é parte do nosso presente. 

No entanto, não é o que as pesquisas apontam.

Assim como o Bitcoin, o Metaverso ainda está no começo. Entenda como aproveitar essa oportunidade para lucrar.

80% dos brasileiros nunca acessaram o mundo virtual do metaverso

Segundo levantamento feito pela Toluna, apenas 20% dos brasileiros já acessaram, de fato, o metaverso. O estudo mostra também que 35% da população conhece o termo, enquanto 27% afirma ter ouvido pouco sobre o assunto e apenas 11% diz ter lido algo a respeito.

E por mais que essa pesquisa pareça desanimadora, ela mostra que a possibilidade da população ainda entrar no metaverso é gigante. Quando questionados, 33% dos entrevistados afirmaram que “deverão acessar, com certeza, o metaverso”, enquanto 23% se mostraram “indecisos”, mas ainda animados. Entre o público mais desconfiado, 12% se sente confuso e 9% se sente inseguro sobre a novidade.

pesquisa toluna metaverso para os brasileiros

(Exame / Maria Pace/Site Exame)

Entre as oportunidades mais citadas pelos entrevistados estão:

  • Viagens: mais de 40% dos entrevistados frisaram que estariam dispostos a “viajar” para outros lugares através da realidade virtual;
  • Games: liderando a categoria das atividades mais citadas, os games aparecem nas respostas de mais da metade (53%) dos entrevistados como atividade para experimentar dentro do metaverso;
  • Eventos virtuais: como shows de música, comédia, palestras e, até mesmo, aulas online fazem parte das atividades sobre as quais 38% dos entrevistados estariam dispostos a participar;
  • Consultas médicas: depois do boom da telemedicina na pandemia da covid-19, o mundo todo está mais propenso a utilizar serviços de atendimento a distância, principalmente aqueles em que o exame físico não é essencial;
  • Compras: 28% dos participantes afirmaram que fariam compras dentro do metaverso. Não é à toa que diversas marcas, como Nike, Adidas, Ralph Lauren e Balenciaga, já entraram para a realidade virtual com suas peças.

Mas em meio a alguns dados desanimadores, por que os empresários estariam comemorando essa pesquisa?

Essa é a melhor notícia que você poderia receber

Hoje em dia, as tecnologias estão muito mais rápidas do que há 20 anos, e as grandes empresas já estão mais atentas com a chegada destas novas tecnologias do que estavam antigamente.

Saiba como se especializar na mais nova tecnologia promissora e seja um dos primeiros a aproveitar o Metaverso

Afinal, ninguém mais quer ficar pra trás e cometer os mesmos erros que grandes empresas cometeram na chegada da internet. Como a Blockbuster, por exemplo, que não acreditou no potencial da internet e, anos depois, foi engolida pela Netflix até desaparecer do mercado.

É por isso que essa notícia é a melhor que você poderia receber: por que tudo ainda está no começo.

Do final de 2021 para cá, milhares de grandes marcas já estão ativamente marcando presença no Metaverso, porque elas perceberam que não faz sentido esperar o tempo passar, que a hora de agir é agora.

Foi assim com o Bitcoin, com a internet e com todas as maiores empresas de tecnologia do mundo. Quem investiu nelas enquanto tudo ainda estava começando, se posicionou à frente de todos e viu seu dinheiro se multiplicar.

E elas não estão agindo com base em ‘achismos’. 

Segundo especialistas da agência de inovação espanhola WildBytes, 70% das empresas mundiais estarão no Metaverso em cinco anos (2027), por exemplo. Já segundo a Bloomberg Intelligence, o Metaverso pode ser um mercado de 800 bilhões de dólares em 2026. Para completar, o Bank of America incluiu o metaverso na sua lista de 14 tecnologias que revolucionarão a nossa vida.

Faça como todas as grandes empresas e aposte no Metaverso. Clique aqui e saiba como

O Metaverso vai mudar, inclusive, o mercado de trabalho

É normal que toda nova tecnologia acabe com algumas profissões. Por exemplo, telefonistas, datilógrafos e até operadores de caixa de supermercado já estão sendo substituídos pelo autoatendimento.

E com o metaverso não será diferente. Segundo levantamento do Institute For The Future, 85% das profissões do mercado em 2030 ainda não existem. Ou seja, o metaverso vai afetar o mercado de trabalho em todos os cenários no mundo. 

Algumas profissões que devem surgir com o metaverso são:

  • Programador de códigos do Metaverso;
  • Desenvolvedor de Ecossistemas do Metaverso;
  • Especialista em Cibersegurança e Proteção de Dados do Metaverso;
  • Storyteller do Metaverso - Projeção de experiências imersivas;
  • Estrategista Digital do Metaverso - Marketing e Vendas.

Mas por ser um mercado muito novo, as empresas precisarão de pessoas que entendam e estejam preparadas para lidar com os desafios particulares do metaverso.

Aliás, a tendência é de que pessoas que entenderem bem sobre o Metaverso e sobre os desafios e necessidades das empresas neste ambiente virtual, não corram mais perigo de ficarem desempregadas. Afinal, em algumas vagas de emprego, este conhecimento já é mais valioso que um diploma tradicional, por exemplo.

Como entrar no mercado lucrativo do Metaverso?

Olhando para a alta demanda do mercado por esses profissionais e para as diversas oportunidades, a Upper The ADucation Ecosystem produziu uma imersão completa chamada “Escola do Metaverso”. Nesta escola, os professores entregarão os insights e as estratégias que as grandes empresas no mundo estão usando para faturar alto com o Metaverso. 

A Escola do Metaverso

A Escola do Metaverso é uma imersão online para quem quer dar o próximo passo e começar a fazer dinheiro com o metaverso. Com aulas ao vivo no zoom, que ficam gravadas na área de membros, o aluno vai entender a fundo:

  1. A história do metaverso e como as marcas têm explorado ele;
  2. Qual o impacto financeiro do metaverso em 2022 e como investir nele;
  3. Como participar da economia dos tokens como empresa, pessoas física ou investidor;
  4. Quais as estratégias de marketing, publicidade e vendas no metaverso;
  5. Qual o futuro dos NFTs e como participar disso;
  6. Como o metaverso vai afetar o mercado de trabalho em todo o mundo;
  7. Como explorar o mercado imobiliário no metaverso;
  8. Como funciona o blockchain, processo de transação e conexão entre criptomoedas descentralizadas.

Em todas as aulas, o aluno terá a oportunidade de fazer perguntas e conversar diretamente com os professores, fazer networking com empresários de alto nível do ramo e se atualizar através dos C-level e diretores das empresas líderes no mercado da realidade virtual.

Para se inscrever na Escola do Metaverso ou obter mais informações sobre a imersão, clique aqui ou no botão abaixo:

QUERO GARANTIR MINHA VAGA NA ESCOLA DO METAVERSO