Ela velejou pelo mundo e ensina esta lição sobre o futuro do trabalho

Duas notícias mudaram completamente a vida da empreendedora Sandra Chemin. Confira mais sobre sua história no podcast Como Cheguei Aqui:

Se você tivesse dois anos para viver, continuaria fazendo o que faz hoje? O que mudaria? E como planejaria melhor sua vida?

A empreendedora Sandra Chemin era conhecida como “ensandrecida” quando trabalhava como executiva na Ogilvy há mais de 20 anos atrás. Ela admite que era viciada em trabalho, mas também reconhece que já vivia com uma frustração de não ver mais propósito no seu trabalho.

E então, como costuma ser, a vida aconteceu. Foram duas notícias que iniciaram uma transformação enorme na vida de Sandra e que a fizeram pensar na primeira questão desse texto. Na mesma época da sua primeira gravidez, seu marido teve um diagnóstico falso de câncer.

O choque foi o bastante para iniciar uma reflexão que muitas pessoas devem ter feito nos meses de pandemia. Ela começou a pensar que vida preferia estar vivendo e como encontrar um propósito maior no seu trabalho.

E ainda: o passo seguinte que ela e o marido decidiram foi uma grande escola para navegar o mundo atual. Os dois deixaram São Paulo e foram morar num barco a vela enquanto viajavem pelo mundo.

No podcast Como Cheguei Aqui, ela conta os maiores aprendizados dessa época: “Primeiro, é muito menos sobre os 30 países que a gente visita, e muito mais sobre a gente se conhecer. Estar num barco de 12 metros de cumprimento, 30 metros quadrados, 24 horas por dia com o marido e as filhas. É uma lição sobre o meu limite e o do outro”, conta ela.

A situação é muito similar ao que diversas famílias passaram em 2020 ao fazer quarentena em casa, um local que acabou virando escola e escritório também. “Qualquer situação de conflito, ou você resolve ou você resolve, não dá pra jogar o outro no mar”, conta ela.

Outro grande aprendizado: perceber que não tem controle de tudo. “Meu deu um profundo alívio também. Eu não controlo, que bom!”, fala ela. “Você se planeja, o tempo muda, você não vai”.

As mudanças do mar a ensinar a ter flexibilidade. Diante de incertezas, Sandra acredita em navegar o futuro e não se ater a planos rígidos. “Menos sobre ter um plano, é sobre ter um norte claro. Uma direção. Você precisa experimentar muito, no lugar de ficar preso na rota”, fala ela.

E, desde 2006, ela ajuda pessoas e empresas a imaginar o que vai ser o futuro do trabalho usando esses princípios em sua consultoria Future You. Da Nova Zelândia, ela trabalha com profissionais distribuídos por todo mundo e cria projetos para grandes empresas brasileiras.

Sandra Chemin fala sobre outras lições, histórias e dicas no podcast de Carreira da Exame.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 1,90

Nos três primeiros meses,
após este período: R$ 15,90

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.
Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.