Carreira
Acompanhe:

Descubra quais são as mentes por trás do agronegócio no Brasil, e o que fazer para entrar no setor

Segundo a Forbes, 20% de todos os bilionários do país construíram suas fortunas nesta área

De acordo uma pesquisa realizada pela Agência Alemã de Cooperação Internacional em parceria com o Senai e com a Universidade Federal do Rio Grande do Sul, carreiras ligadas ao agronegócio devem gerar mais de 178 mil vagas de emprego. (Scott Olson/Getty Images)

De acordo uma pesquisa realizada pela Agência Alemã de Cooperação Internacional em parceria com o Senai e com a Universidade Federal do Rio Grande do Sul, carreiras ligadas ao agronegócio devem gerar mais de 178 mil vagas de emprego. (Scott Olson/Getty Images)

D
Da Redação

10 de outubro de 2022, 16h59

Recentemente divulgada pela Forbes, a lista com as pessoas mais ricas em 2022 tem 290 nomes e, entre eles, cerca de 20% estão relacionados ao agronegócio. Ao todo, os 54 bilionários do agro têm uma fortuna conjunta de R$ 402,20 bilhões e impactam profundamente a economia do país. Em 2021, por exemplo, o setor representou quase 30% do produto interno bruto, de acordo com levantamento realizado pelo Cepea em parceria com a CNA.

No entanto, nem só de grandes empresários é formado o agronegócio brasileiro. A realidade é que, por trás dessas fortunas, há muito investimento em tecnologia e pessoas trabalhando para viabilizar inovações e práticas sustentáveis. Com a demanda por alimentos crescendo, mas os espaços produtivos não, nota-se o surgimento de inúmeras soluções para dar continuidade à elevada produção.

Plantações que utilizam 95% menos água que as tradicionais, cultivo de aquáticos em locais privados e fazendas que dispensam o uso de luz solar são só alguns exemplos. Uma verdadeira revolução está acontecendo e só está sendo possível por causa dos poucos profissionais capacitados por trás - que, apesar de causarem um grande impacto no carro chefe da economia do país, ainda são escassos.

Conteúdo gratuito: descubra como se qualificar e aproveitar as oportunidades no agronegócio

Por isso, a tendência é que as buscas por esses especialistas aumentem ainda mais. Hoje, a relação que existe é de 5 vagas disponíveis para cada profissional qualificado no mercado, segundo uma pesquisa realizada pela Agência Alemã de Cooperação Internacional em parceria com o Senai e com a Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Ou seja, sobram vagas e faltam profissionais

Para lidar com isso, as empresas estão investindo muito para atrair os candidatos. Em uma rápida pesquisa por vagas de gerente de projetos em agronegócio, por exemplo, é possível encontrar salários que passam dos dois dígitos.

Vaga

(Reprodução/Glassdoor)

Quem é o Agro Digital Manager?

Responsável por entender as necessidades do produtor e propor soluções tecnológicas, o Agro Digital Manager atua praticamente como um coordenador de projetos digitais. Ele é encarregado de gerir um time de especialistas e garantir que tudo ocorra da forma mais produtiva e sustentável possível. 

E, apesar de trabalhar com a produção de alimentos, se engana quem pensa que o Agro Digital Manager precisa trabalhar no campo. 

Hoje, a profissão aceita pessoas de qualquer região e não exige formação em veterinária ou agronomia, por exemplo. Por ser um cargo com funções de gestão de pessoas e comando de processos, há oportunidades para profissionais de tecnologia, engenheiros, empreendedores e muito mais.

Inscreva-se nesta masterclass gratuita e descubra como planejar uma carreira de sucesso no Digital Agro

Como se destacar como Agro Digital Manager?

Para ganhar notoriedade nesse mercado, é necessário que o profissional esteja aberto para o novo. Quando um economista muda de uma empresa de varejo para um banco, por exemplo, ele não deixa de aplicar todos os conhecimentos que trouxe consigo. No entanto, ele precisa estar aberto para aprender as especificidades daquele negócio. 

O mesmo ocorre com o Agro Digital Manager. Ele não precisa saber tudo sobre o agronegócio logo de cara, mas estar disposto a aprender e encontrar maneiras de aplicar o seu repertório é essencial. Buscar se especializar e ampliar os conhecimentos através da internet vai ser um comportamento natural. Por isso, tudo o que precisa ser feito é dar o primeiro passo. 

Como ingressar nesse mercado?

Pensando nos profissionais interessados pela carreira de Agro Digital Manager e outros cargos que começam a surgir no mercado de agricultura digital, a EXAME apresenta, entre os dias 17 e 25 de outubro, a série Carreira no Agronegócio.

Apresentado por Francisco Jardim, sócio-fundador da SP Ventures (uma das gestoras de Venture Capital especializada no agronegócio mais tradicionais do país), o conteúdo será disponibilizado de forma gratuita. Para garantir uma vaga, basta preencher este formulário de interesse.

Durante os encontros, Jardim irá abordar:

  • Como a revolução tecnológica do agronegócio brasileiro está fazendo surgir inúmeras possibilidades de fazer carreira em profissões que eram inexistentes até pouco tempo atrás;
  • Como planejar uma carreira de sucesso no Digital Agro e ter remuneração que pode passar dos R$ 14 mil por mês;
  • Como aproveitar as oportunidades no setor mesmo sem uma formação em áreas relacionadas;
  • Qual a melhor forma para fazer a transição de carreira e começar a faturar com o agronegócio brasileiro sem precisar se mudar para o campo.

QUERO DESCOBRIR COMO ME TORNAR UM DOS PROFISSIONAIS MAIS DISPUTADOS DO MERCADO BRASILEIRO