Da Microsoft ao Instituto Ayrton Senna, ele encontrou seu propósito

Conheça a história de Emilio Munaro, Vice-Presidente do Instituto Ayrton Senna, no novo episódio do podcast da EXAME

“Se eu cheguei até aqui, eles [os estudantes do Brasil] também podem chegar”, fala Emilio Munaro, Vice-Presidente de Desenvolvimento Global & Comunicação do Instituto Ayrton Senna, no novo episódio do Como Cheguei Aqui, podcast de carreira da EXAME.

O executivo conta no programa como a educação virou seu propósito de vida, e como encontrou no Instituto Ayrton Senna uma forma de levar para os jovens brasileiros todos os benefícios de uma boa educação sem todas as dificuldades que ele teve em seu caminho.

E não foi fácil. Filho de imigrante italianos, Munaro foi o primeiro da família a ter uma graduação superior. Sem casa própria, sua família se mudava com frequência quando chegava a hora de renovar o contrato do aluguel.

“Durante os 12 anos da educação básica, eu estudei em nove diferentes escolas. Todas públicas. Claro, ao estudar em nove escolas em 12 anos, você cria uma resiliência emocional absurda. Eu tive que desenvolver autoconfiança, tolerância ao estresse e tolerância à frustração”, fala ele.

O executivo se junta a outros convidados ilustres do programa com sua história emocionante de carreira e de vida. Munaro trabalhou na IBM, foi presidente da McAfee e depois se tornou o primeiro diretor de Educação da Microsoft do Brasil.

Na época, ele fala que era visto como um invasor corporativo no mundo da educação. Mas foi atrás de formação na área e foi seduzido pela sala de aula ao entrar na organização Cidadão Pro Mundo, que oferece aulas de inglês a pessoas vulneráveis. Hoje, ele é o professor mais antigo da instituição. “Não sou o mais velhinho, hein? Mas estou há 15 anos lecionando”, ri ele.

Mesmo com a nova paixão, a mudança de carreira aconteceu só depois do momento mais difícil de sua vida. Em uma triste coincidência, seu pai foi assassinado pela mesma pessoa que havia matado seu irmão mais novo alguns anos antes.

“Eu estava praticamente pronto para sair do país, quando falei ‘não, vu continuar fazendo o que sei fazer de melhor, que é ser executivo’. É para isso que me formei e é isso que eu amo fazer. Porém, por uma causa. A causa da educação pública como uma ferramenta de transformação social”, conta ele.

Ouça toda a sua história no episódio do podcast:

Mais frases inspiradoras para sua carreira

Por Fabio Coelho, presidente do Google Brasil:

“A gente só se realiza quando a gente consegue realizar impacto na vida das pessoas. E isso é uma realidade hoje do Google”.

Por Geraldo Rufino, presidente da JR Diesel:

“Os tempos não são difíceis, eles são diferentes. A minha essência nasceu brilhando, eu já era feliz, eu já tinha tudo que o que queria ter: a vida. E para preservar a vida você só precisa de mais um dia”.

Por Mônica Sousa, diretora executiva na Maurício de Sousa Produções:

"As coisas difíceis nos fazem crescer. E também a lidar com as diferenças e com as dificuldades. E passar por cima delas. Porque isso não mata a gente. E o que não mata fortalece”.

 

De 0 a 10 quanto você recomendaria Exame para um amigo ou parente?

 

Clicando em um dos números acima e finalizando sua avaliação você nos ajudará a melhorar ainda mais.

 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.