Carreira
Acompanhe:

Aumento na demanda: veja profissões com salários de até R$ 80 mil que estarão em alta em 2023

Áreas de tecnologia e ESG aparecem com destaque dentre os setores que devem liderar as contratações em 2023; veja cargos, salários e habilidades necessárias para cada posição

Consultoria revela profissões em alta para 2023 (Getty Images/Getty Images)

Consultoria revela profissões em alta para 2023 (Getty Images/Getty Images)

I
Isabel Rocha

10 de janeiro de 2023, 14h57

Em setembro, a consultoria de recrutamento Robert Half divulgou a 15ª edição de seu tradicional Guia Salarial. Embora, naquela época, um clima de incerteza com relação ao contexto econômico pairasse no ar, os dados mostraram que as expectativas sobre o mercado de trabalho para 2023 são positivas, com 47% dos gestores entrevistados afirmando que pretendem abrir novas vagas de trabalho.

Mas, se por um lado é esperado que o mercado aqueça e as contratações acelerem nos próximos meses, a maioria (68%) dos entrevistados também acredita que encontrar profissionais qualificados será mais desafiador e 76% deles estão preocupados com a atração de talentos. Vale destacar que, historicamente, essa defasagem entre oferta e demanda no mercado costuma impulsionar os salários e benefícios oferecidos.

Nesse contexto, a consultoria listou os setores que devem liderar as contratações em 2023. Dentre eles, destacam-se as áreas de tecnologia, que segue crescendo de maneira acelerada e deve proporcionar oportunidades de emprego em diferentes segmentos, e de ESG, que também perpassa diferentes áreas. Veja outros destaques do relatório abaixo.

As áreas que devem liderar as contratações em 2023

Tecnologia

Após um ano em que tecnologias como realidade aumentada, 5G, metaverso e inteligência artificial se consolidaram como tendências de mercado, não é de se estranhar que o setor da tecnologia apareça com destaque no relatório. 

Com oportunidades de atuação em diferentes segmentos (do mercado financeiro ao varejo, passando por startups, logística, infraestrutura, educação, saúde e bens de consumo), mais de 10 cargos relacionados ao setor apareceram na lista de “profissionais mais procurados” para 2023 da Robert Half. São eles:

Gerentes Generalistas / Heads de TI; Profissional de infraestrutura; Profissional de segurança da informação (especialistas a gerentes); DeVops / DevSecOps; Product Owner; Profissional de dados; Arquiteto de soluções; Tech Lead; Desenvolvedor RPA; Desenvolvedor Full Stack; Desenvolver Back-End e Desenvolvedor Front-End.

Quer se tornar um dos profissionais mais disputados do mercado de tecnologia? Clique aqui e comece a se especializar gratuitamente

Habilidades necessárias:

As habilidades indicadas como necessárias para trabalhar na área variam entre soft e hard skills: boa comunicação, autogerenciamento, relacionamento interpessoal, liderança, flexibilidade, “mão na massa” e “gestão sem perder a característica técnica”.

Faixa salarial:

De acordo com o documento, os salários para Chief Information Officer (CIO) deverão ficar entre R$ 30.850 e R$ 51.650. Mas os profissionais com cargos c-level não são os únicos a conquistar bons salários na área. Para se ter uma ideia, a faixa salarial de um Gerente de Infraestrutura fica entre R$16.950 e R$28.350.

Engenharia

Dentre os profissionais mais demandados citados pela pesquisa da Robert Half estão Gerente de Supply Chain; Engenheiro de Aplicação/Vendas; Gerente de projetos/PMO; Gerente de vendas técnicas; Coordenador de S&OP e Engenheiro de EHS/ESG.

Por falar em ESG, vale observar que, de todas as áreas citadas no estudo, a da engenharia é a que concentra a maior necessidade de profissionais especializados em ESG, com cargos como Engenheiro de ESG e Gerente de ESG ocupando o topo da lista das chamadas “profissões do futuro” no setor.

“O entendimento e a aplicabilidade de critérios ESG (sigla em inglês para Ambiental, Social e Governança) pelas empresas brasileiras é, cada vez mais, uma realidade. No entanto, algumas barreiras ainda existem, como a ausência de uma área dedicada ao tema e a falta de profissionais qualificados e especialistas no assunto. Oportunidade para profissionais de engenharia de todas as áreas que busquem uma especialização no tema”, diz o documento.

Habilidades necessárias:

Do ponto de vista comportamental, as habilidades destacadas pela Robert Half para estes profissionais incluem ter um perfil analítico, equilíbrio emocional, comunicação, adaptabilidade e senso de dono. Já do lado técnico, as habilidades mais demandadas são inovação, tech skills, idiomas e domínio de sistemas de gestão integrados.

ESG: descubra, gratuitamente, como se especializar e construir carreira em um dos setores que mais crescem no mercado

Faixas salariais:

Os maiores salários para profissionais de engenharia, segundo a pesquisa, são para os cargos de Diretor de Supply Chain (com faixa salarial entre R$ 27.500 a R$ 43.000, a depender do nível de experiência e porte da empresa). Já os menores salários apontados pelo levantamento são para o cargo de Analista de Supply Chain (com salários partindo de R$ 5.350 para cargos de entrada e chegando até R$8.000 para profissionais mais experientes).

Mercado financeiro

De acordo com a pesquisa, fundos de Private Equity, Assets, bancos de investimentos, meios de pagamentos e fintechs devem liderar as contratações no mercado financeiro em 2023. Dentre os profissionais mais procurados, estão: RM Private; M&A; Crédito Corporate; Finanças; Profissionais de Compliance, Auditoria e Riscos; RM Corporate e ESG.

Mais uma vez, o ESG aparece em destaque e é apontado como a principal tendência do setor. “Os indicadores do ESG estão cada vez mais conquistando espaço e relevância no mercado financeiro atual, sendo indispensáveis para a tomada de decisões no universo corporativo. O profissional preparado para lidar com as questões ESG é cada dia mais procurado e valorizado, mas faltam pessoas especialistas no tema”, diz o documento – que também lembra que a projeção é de que, até 2025, o mercado global de ativos relacionados com essas práticas deve alcançar 53 trilhões de dólares.

De olho nesta tendência, a EXAME Academy apresenta, entre os dias 9 e 17 de janeiro, uma série de encontros virtuais e gratuitos sobre ESG.

Apresentado por Renata Faber, diretora de ESG da EXAME, o treinamento aborda desde assuntos mais básicos (como a definição do que é ESG) até reflexões aprofundadas sobre como o tema impacta o mercado e a economia global atualmente.  Seu principal objetivo, no entanto, é mostrar aos participantes como começar a construir uma carreira na área – que tem levado profissionais a cargos de gestão em empresas e instituições milionárias. “Vou mostrar como é possível conquistar um trabalho com propósito real aliado a salários mais altos e mostrar o mapa para construir uma carreira em ESG”, promete Renata.

 Após assistirem aos quatro vídeos, todos os participantes receberão um certificado de participação para incluir no currículo.

Carreira em ESG: 4 aulas gratuitas, com direito a certificado,  revelam como ingressar neste mercado que já movimenta trilhões de dólares. Clique aqui e garanta a sua vaga!

 Habilidades necessárias:

 No mercado financeiro, as principais habilidades técnicas esperadas dos profissionais são originação de negócios; atualizações tecnológicas; capacidade analítica e idiomas. Já do ponto de vista comportamental, flexibilidade, adaptabilidade, senso de dono e comunicação assertiva se destacam.

 Faixas Salariais:

O maior salário que aparece na pesquisa é o de Sales Trader - Diretor Executivo/ Managing Director (entre R$52.450 até R$80.150). Já para analistas de Sales Trade, a faixa salarial fica entre R$8.450 e R$13.000)