As dicas desta “guru” para encontrar tempo quando o trabalho não tem fim

Para Elizabeth Saunders, fazer intervalos e criar descansos "conscientes" é fundamental para evitar o burnout e lidar com excesso de trabalho

Para Elizabeth Grace Saunders, autora de diversos livros de gestão do tempo como Divine Time Management e How to Invest Your Time Like Money , a necessidade criarmos intervalos e nosso próprio tempo livre é um imperativo. Caso contrário, o corpo dá um jeito de encontrar esse intervalo, “sem perguntar”.

A vida está mais complexa, a rotina mais intensa, mas a EXAME Academy pode ajudar a manter a mente em foco

É o que acontece quando buscamos o celular sem perceber para nos distrairmos pelo feed de redes sociais, enquanto o trabalho ainda não foi finalizado. O problema é que essas horinhas de fuga sem planejamento não satisfazem a necessidade de uma pausa mais revigorante, de acordo com a autora, que assinou um artigo com três dicas parar escapar disso no site Fast Company.

Defina o tempo livre

Mesmo que não dê para escapar da alta carga de trabalho ou estudo naquela fatídica semana, Elizabeth Saunders insiste que as pessoas definam horários de tempo livre. Isso não só garante descanso, mas também evita a sensação de “eu deveria estar trabalhando”.

Como essas horas livres tem prazo para acabar e o trabalho recomeçar, a pessoa evita ficar com a sensação de ter que estar sempre alerta.

De acordo com a autora, descansar em um tempo estipulado e trabalhar em outro vai reduzir sensações de culpa e garantir que o tempo dedicado ao trabalho seja produtivo.

Saiba quais são suas necessidades básicas

Do que você precisa minimamente para “funcionar”? Sete horas de sono? Intervalos rápidos a cada 50 minutos de foco? Para Elizabeth Saunders, é fundamental entender as necessidades básicas do seu corpo para evitar episódios de burnout e para conseguir entregar o trabalho extra demandado.

Mesmo que essas atividades possam ser as primeiras a sofrerem quando há muito trabalho, é importante valorizá-las porque elas vão garantir a energia mental para o trabalho ser executado. Pode parecer contraproducente investir tempo descansando, mas para a autora é exatamente o contrário.

Um corpo e mente saudáveis é o que garantem o foco e a produtividade nos horários de trabalho.

Dê-se de presente o que você realmente quer

Elizabeth Saunders defende também que as pessoas tenham a oportunidade de fazer pelo menos uma coisa que as deixem felizes durante os dias da semana. Pode ser assistir a uma série de TV, cozinhar, conversar com um amigo. Qualquer coisa que sirva como um tônico rivogorante. Além de dedicar algum tempo a isso de segunda à sexta, o tempo dedicado nos finais de semana deve ser ainda maior.

“Trabalhar horas extras não significa necessariamente trabalhar o tempo todo. Quando você sabe quando está ‘de folga’ e arranja tempo para o que precisa para se sentir saudável e feliz, você ainda pode ter tempo extra para si mesmo, mesmo no meio de muito trabalho”, afirma a autora.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.