Live icon 

ELEIÇÕES 2022:  

Lula e Bolsonaro vão disputar o segundo turno Veja agora.

As 10 melhores cidades para trabalhar em home office

Ranking feito pela consultoria WorkMotion mostra as 80 melhores cidades para o trabalho remoto; Brasil tem duas cidades na lista
De acordo com as estimativas da WorkMotion, o Brasil tem duas cidades no ranking: São Paulo (na 58ª posição) e Rio de Janeiro (na 64ª) (Charday Penn/Getty Images)
De acordo com as estimativas da WorkMotion, o Brasil tem duas cidades no ranking: São Paulo (na 58ª posição) e Rio de Janeiro (na 64ª) (Charday Penn/Getty Images)
K
Karina Souza

Publicado em 08/11/2021 às 16:49.

Última atualização em 11/11/2021 às 11:34.

A pandemia colaborou para o aumento de vagas de profissionais em trabalho permanentemente remoto. Desde startups como Sambatech e Zenklub, que já abriram vagas no formato 100% remoto, até grandes empresas como O Boticário e Spotify, que adotaram home office permanente. Nesse novo contexto, quais cidades estão mais bem-preparadas para trabalhar de casa? Em quais países elas estão?

Um ranking elaborado recentemente pela consultoria WorkMotion compilou informações de 80 cidades para mostrar quais são as mais e as menos amigáveis para o trabalho à distância.

Os critérios consideram critérios como custo de vida, infraestrutura das cidades, condições de habitação e regras para o trabalho remoto.

Dentro desses critérios, a cidade campeã foi Melbourne, na Austrália, com 100 pontos (pontuação máxima). Em seguida, estão Montreal e Sydney (ambas no Canadá) e Wellington, na Nova Zelândia. 

Veja abaixo a lista com as 10 melhores cidades, segundo o ranking:

1º: Melbourne (Austrália) | 100 pontos

2º Montreal (Canadá) | 98,20 pontos

3º Sydney (Austrália) | 97,76 pontos

4º Wellington (Nova Zelândia) | 97,68

5º Praga (República Checa) | 95,29 pontos

6º Toronto (Canadá) | 94,09 pontos

7º Talinn (Estônia) | 93,27

8º Zagreb (Croácia) | 89,17

9º Singapura (Singapura) | 88,63 pontos

10º Dublin (Irlanda) | 87,53 pontos

E o Brasil?

De acordo com as estimativas da WorkMotion, o Brasil tem duas cidades no ranking: São Paulo (na 58ª posição) e Rio de Janeiro (na 64ª). Na América Latina, o país ficou atrás da Argentina (que tem Buenos Aires na 45ª colocação), mas à frente de México (Cidade do México está na 78ª) e da Colômbia (Medellin, na 76ª posição). 

Considerando as Américas, o Brasil ainda ficou à frente de outras cidades nos Estados Unidos, como San Francisco, Los Angeles, Seattle e Nova York