Ambiente verde, redes e aroma personalizado: por dentro do novo escritório da Alelo

Companhia passou a adotar o modelo híbrido e resolveu deixar o escritório, localizado em Alphaville, "com cara de casa" para atrair funcionários de volta
Novo escritório da Alelo, em Alphaville, São Paulo: empresa decidiu reformar o espaço para torná-lo mais atrativo para os empregados (Alelo/Divulgação)
Novo escritório da Alelo, em Alphaville, São Paulo: empresa decidiu reformar o espaço para torná-lo mais atrativo para os empregados (Alelo/Divulgação)
L
Luciana Lima

Publicado em 17/08/2022 às 19:22.

Última atualização em 23/08/2022 às 12:27.

A sede da empresa de benefícios Alelo está de cara nova. Depois de dois anos atuando de forma 100% remota, a companhia resolveu reformar o escritório, situado em Alphaville, São Paulo, antes do retorno de seus mil funcionários ao trabalho híbrido.

VEJA TAMBÉM:

A primeira mudança começa pelo tamanho do escritório. Durante a pandemia, com o trabalho remoto, a Alelo devolveu um dos andares que ocupava no prédio.

A empresa, que contava com o conceito de espaço aberto, sem salas para os executivos, deu um passo além e, agora, também eliminou os lugares fixos para os funcionários.

Lugares deixaram de ser fixos e mesas ganharam rodinhas para se adaptar a diferentes formatos (Alelo/Divulgação)

Mas, para que a mudança desse certo, a Alelo resolveu investir em uma reforma que durou três meses, entre janeiro e maio deste ano.

O que é Biofilia, conceito aplicado no escritório da Alelo?

O projeto do novo escritório foi centrado no conceito de biofilia, tendência da arquitetura que busca incorporar a natureza no ambiente.

Com isso, houve um aumento de espaços verdes no escritório, além de um design que favorece a entrada da luz natural.

"Queríamos trabalhar esse conceito orgânico, então, implementamos espaços flexíveis com mesas que se adaptam de acordo com as necessidades de cada momento. Além da presença do verde, também buscamos trazer um escritório com cara de casa, integrando o café e disponibilizando mais pufes e sofás", diz Cesario Nakamura, CEO da Alelo.

Empresa trouxe o conceito de biofilia, que combina elementos da natureza para a arquitetura (Alelo/Divulgação)

A Alelo tem trabalho híbrido?

Até agosto, a empresa estava realizando um projeto piloto, em que os funcionários iam para o escritório uma vez por semana.

Porém, a ideia é que a Alelo adote o modelo híbrido daqui para a frente, e os funcionários trabalhem metade do mês em casa e a outra metade no escritório.

Nakamura admite que, assim como muitas empresas, a Alelo também estava lutando para que os funcionários voltassem ao presencial depois de tanto tempo no home office e, por isso, apostou na estratégia de reformar o escritório para torná-lo mais atrativo para os times.

"Fizemos uma tentativa de retorno ao presencial no finalzinho 2021, mas não deu muito certo. Logo na sequência veio a ômicron e sentimos certa resistência dos times. Percebemos, então, que o conceito do escritório precisava ser repensado", diz o executivo.

Cantinho do café foi integrado ao escritório (Alelo/Divulgação)

Para aumentar o engajamento do time, para a inauguração do novo espaço, a Alelo realizou uma semana inteira com ações dedicadas à integração. Batizada de SoulWeek, a programação contou com happy hours, apresentação do grupo de samba formado pelos funcionários da Alelo, carrinho de sorvetes e distribuição de docinhos.

Para incentivar a diversidade, pilar que a empresa vem investindo, a companhia também disponibilizou sessões de cinema com curtas-metragens sobre o tema de inclusão, com direito a pipoca e refrigerante, além de massagens com profissionais que eram deficientes visuais.

"Muitas pessoas foram contratadas durante o home office e não conheciam os colegas, a ideia era incentivar essa interação", diz Nakamura.

Para ouvir os funcionários, durante a reforma a Alelo realizou tours pelo escritório. Ao todo, foram seis visitas com 68 pessoas.

O último grupo foi composto exclusivamente de profissionais com deficiência para avaliar a acessibilidade do espaço.

Para a inauguração, a Alelo realizou uma semana com atividades como happy hours, distribuição de doces e sorvetes (Alelo/Divulgação)

Entre as curiosidades do novo escritório está o fato de que a Alelo contratou uma empresa para desenvolver um aroma personalizado para o ambiente.

"Junto com um time de perfumistas desenvolvemos uma fragrância específica para o escritório. Hoje, quando funcionários e clientes entrarem na Alelo, esse cheiro vai ficar na memória olfativa e fazer eles se lembrarem daqui", finaliza Nakamura.