• AALR3 R$ 20,20 -0.49
  • AAPL34 R$ 66,78 -0.79
  • ABCB4 R$ 16,69 -3.75
  • ABEV3 R$ 13,98 -1.13
  • AERI3 R$ 3,67 -0.81
  • AESB3 R$ 10,70 0.00
  • AGRO3 R$ 30,74 -0.32
  • ALPA4 R$ 20,46 -1.35
  • ALSO3 R$ 18,92 -0.94
  • ALUP11 R$ 26,83 0.86
  • AMAR3 R$ 2,41 -1.23
  • AMBP3 R$ 29,84 -2.29
  • AMER3 R$ 23,45 1.56
  • AMZO34 R$ 66,86 -0.09
  • ANIM3 R$ 5,36 -2.72
  • ARZZ3 R$ 81,01 -0.23
  • ASAI3 R$ 15,95 3.24
  • AZUL4 R$ 20,93 -1.46
  • B3SA3 R$ 12,13 2.71
  • BBAS3 R$ 37,15 4.06
  • AALR3 R$ 20,20 -0.49
  • AAPL34 R$ 66,78 -0.79
  • ABCB4 R$ 16,69 -3.75
  • ABEV3 R$ 13,98 -1.13
  • AERI3 R$ 3,67 -0.81
  • AESB3 R$ 10,70 0.00
  • AGRO3 R$ 30,74 -0.32
  • ALPA4 R$ 20,46 -1.35
  • ALSO3 R$ 18,92 -0.94
  • ALUP11 R$ 26,83 0.86
  • AMAR3 R$ 2,41 -1.23
  • AMBP3 R$ 29,84 -2.29
  • AMER3 R$ 23,45 1.56
  • AMZO34 R$ 66,86 -0.09
  • ANIM3 R$ 5,36 -2.72
  • ARZZ3 R$ 81,01 -0.23
  • ASAI3 R$ 15,95 3.24
  • AZUL4 R$ 20,93 -1.46
  • B3SA3 R$ 12,13 2.71
  • BBAS3 R$ 37,15 4.06
Abra sua conta no BTG

8 dicas de gestores de saúde para atravessar a pandemia com tranquilidade

Segundo executivos de uma das áreas que mais sofreu impacto na crise, empatia e resiliência são atributos que podem aliviar o estresse no trabalho
Home office: prática pode trazer uma série de desafios para o trabalho — equilíbrio é fundamental para o bem-estar (Reprodução/Pixabay)
Home office: prática pode trazer uma série de desafios para o trabalho — equilíbrio é fundamental para o bem-estar (Reprodução/Pixabay)
Por Murilo BomfimPublicado em 08/07/2020 13:00 | Última atualização em 08/07/2020 16:31Tempo de Leitura: 4 min de leitura

Desde que a pandemia do novo coronavírus se intensificou no Brasil, o home office, amplamente adotado por empresas, vem mexendo com as emoções dos funcionários. Se, no início, a ideia de ficar em casa foi bem recebida, os desafios começaram a aparecer depois.

Hoje, a maioria dos brasileiros afirma ter vontade de seguir no esquema do home office. Mas não importa: em casa ou no escritório, o estresse continua sendo um tema revelante — e gerenciar as emoções ainda é essencial.

Nem a alta liderança consegue fugir disso. "Meu perfil como líder é o de estar presente, de ter pessoas ao meu lado", diz Alexandre Ruschi, presidente executivo da Central Nacional Unimed. "Agora, é claro, temos feito tudo por conferência. Do lado pessoal, tenho um segundo netinho que nasceu há 50 dias e ainda não o conheço. É surreal!"

Presidente da Roche Farma no Brasil, Patrick Eckert, como tantos pais, ganhou outras funções em casa. "Divido meu tempo entre a companhia e os cuidados com a família, para manter um ambiente saudável e harmonioso nas vidas pessoal e profissional", diz. "Ajudar minha filha nas tarefas escolares, por exemplo, é algo realizado quase diariamente, com dedicação e carinho."

Executivos da área de saúde, um dos setores que mais sofreu impacto em função da pandemia, Ruschi e Eckert falaram à EXAME sobre práticas que ajudam a gerenciar o estresse no home office, e enfrentar a pandemia com mais tranquilidade.

Adaptabilidade constante

Em um momento de tantas mudanças, incertezas e restrições de mobilidade e contato social, é importante ser adaptável. A rotina desta semana pode não ser a mesma da próxima, e é preciso ter jogo de cintura para trabalhar em diferentes configurações. Para Eckert, estabelecer confiança com os pares pode ajudar a gerar resultados.

Conexão, transparência e tolerância

Lembre-se que, por mais que falem em "isolamento social", o que vivemos é um "distanciamento social": a tecnologia continua à disposição para que não fiquemos isolados. Manter a conexão com as pessoas e se comunicar de maneira transparente ajuda a reduzir atritos. O exercício da tolerância também é válido: todos estamos sofrendo pressão de alguma forma.

Cotidiano espontâneo

No escritório, a rotina de trabalho era quebrada com uma pausa para o cafezinho e para o papo sem compromisso com colegas. Este hábito pode (e deve) continuar. Ruschi alivia as reuniões de trabalho por vezes mostrando o jardim de sua casa. Até sua esposa já apareceu em uma conferência para dar um alô aos funcionários.

Colaboração

Outro ponto que não se restringe ao escritório. ". Quando a empresa possui um ambiente psicologicamente saudável, em que a equipe se sente confortável para dialogar e estabelecer conexões genuínas, conseguimos gerenciar, de forma mais eficaz, nossas vulnerabilidades e fortalezas", diz Eckert, frisando que o suporte mútuo garante a produtividade.

Empatia com funcionários

Empatia vale para todos, mas, em especial, para os líderes. Eckert afirma que não adianta cobrar do funcionário sem entender como a rotina foi impactada. "É normal que, diante dos inúmeros desafios que estamos vivendo, nossa produtividade seja comprometida em alguns dias."

Resiliência

Para Ruschi, é preciso reconhecer que uma das principais características do ser humano é sua capacidade de resiliência. "As adaptações que temos feito podem nos melhorar como pessoas, e é preciso ter mente aberta para que as mudanças aconteçam com mais naturalidade."

Saúde mental

A pandemia do novo coronavírus é uma bomba de estresse, com estímulos vindo de todos os lados. Há medo de infecção, de perder pessoas queridas, de demissão. E há confusão com a incerteza sobre absolutamente tudo. Neste contexto, é importante aderir às soluções de saúde mental que as empresas têm disponibilizado, como sessões de terapia à distância.

Informação

Por fim, Eckert afirma levar como um aprendizado da pandemia a importância da informação para a sociedade. "Aprendemos na prática como as fake news atrapalham o país em um contexto de crise", diz. "As notícias falsas espalham desinformação e colocam vidas em risco. É fundamental informar-se apenas por meio de canais confiáveis e checar informações antes de passá-las adiante."