6 princípios de inovação das organizações de ponta do Vale do Silício

[Conteúdo Future Dojo] As empresas do Vale do Silício se tornaram ainda mais fortes com a pandemia. O que elas têm de diferente? A forma como pensam e executam seus projetos de inovação
Com base na forma como as companhias de ponta do Vale do Silício pensam e executam seus negócios, existem 6 princípios de inovação capazes de fazer qualquer empresa crescer e lucrar (Teera Konakan/Getty Images)
Com base na forma como as companhias de ponta do Vale do Silício pensam e executam seus negócios, existem 6 princípios de inovação capazes de fazer qualquer empresa crescer e lucrar (Teera Konakan/Getty Images)
Por FUTURE DOJO - UM CONTEÚDO PROMOCIONALPublicado em 23/06/2022 14:53 | Última atualização em 23/06/2022 17:45Tempo de Leitura: 4 min de leitura

Este conteúdo é patrocinado e apresentado por Future Dojo

Uma empresa da S&P 500 (principal índice corporativo americano) em 1935 vivia, em média, 90 anos. Mas se formos olhar hoje, elas vivem menos de 18. O que mudou e por que isso está acontecendo?

Segundo Pedro Waengertner (CEO da Ace Startups), essa diferença se deve ao fato dos ciclos de inovação estarem cada vez mais curtos. Ou seja, um projeto não consegue durar anos gerando valor para o negócio. Com isso, a inovação deixa de ser um evento para virar uma competência da empresa.

Pedro Waengertner ensina mais sobre os ciclos de inovação em uma masterclass gratuita em parceria com a EXAME, clique aqui se quiser assistir.

Então a empresa inteira precisa ser inovadora. As empresas do Vale do Silício, por exemplo, se tornaram ainda mais fortes com a crise do coronavírus. Isso se deve à maneira que elas pensam e executam.

Confira os 6 princípios da inovação, capazes de fazer qualquer empresa crescer e lucrar:

1. Design Organizacional

A empresa deve começar com a integração de pessoas com os principais processos, tecnologias e sistemas do negócio. Uma empresa bem projetada garante que os propósitos e desafios da empresa atenda ao de seus funcionários e aumente a probabilidade de que os esforços coletivos das pessoas sejam bem-sucedidos.

“Os Homens agem sobre o mundo, modificam-no, e são modificados pelas consequências de suas ações.” - Skinner

2. Gestão Ágil

As equipes ágeis criam feedback rápido, adaptação contínua e práticas recomendadas de controle de qualidade em suas iterações. Além disso, a gestão ágil exige que as equipes avaliem continuamente o tempo e o custo à medida que avançam no trabalho.

“As pessoas só ficam interessantes quando começam a sacudir as grades de suas gaiolas.” - Allain de Botton

3. Cliente no centro

Quase todos os livros de negócio dos últimos 50 anos reforçam esse tema. Mas será que as empresas entendem esse recado? Colocar o cliente no centro exige dedicação de todos os envolvidos e é muito fácil esquecer disso. Mas se gastássemos mais energia ouvindo nosso cliente, seria muito mais fácil definir (e construir) o futuro dos negócios.

“Se um cliente entra na minha loja sem um sorriso, eu darei o meu.” - Sam Walton

Você quer aprender a aplicar todos os princípios de forma gratuita? Assista a masterclass: Inovação com Pedro Waengertner, da Future Dojo em parceria com a EXAME (clique aqui para conferir).

4. Pense como um investidor

Existe um erro generalizado em relação ao erro. A sensação é a de que só há uma chance para acertar ou o programa de inovação cairá em descrédito. Mas Pedro Waengertner sempre responde a mesma coisa em relação a isso: “A essência de um programa de inovação é errar bastante. E na maioria das vezes”. Então erre rápido, para aprender rápido.

Eu errei mais de 9 mil arremessos em minha carreira. Perdi mais de 300 jogos. 26 eu fui responsável pelo lance decisivo e perdi. Falhei várias vezes na minha vida. E foi assim que obtive o sucesso.” - Michael Jordan

5. Mate seu próprio negócio

Quanto mais longe do modelo de negócios atual, mais inovador. Se há alguns anos era possível alterar o rumo do negócio de acordo com as mudanças de mercado, hoje em dia isso não é mais suficiente. É preciso atuar nas duas frentes: Inovar e otimizar o negócio atual. Como? Buscando negócios que vai matar nossa receita atual (sim, isso exige coragem).

“O novo ambiente de negócio dita duas regras: primeiro, tudo acontece mais rápido; segundo, tudo que pode ser feito, será feito, se não por você, por outra pessoa em algum lugar.” - Andrew Grove

6. Trabalhe com parceiros para ganhar velocidade

Inovar não é sinônimo de fazer sozinho. E o segredo por trás das parcerias, é o conceito de inovação aberta. Ou seja, abrir as portas da empresa e inovar com os diversos públicos: Clientes, fornecedores e até mesmo concorrentes. Se o objetivo é ter velocidade e trazer novas cabeças para pensar juntas sobre um problema, o limite é a criatividade e quando a organização está disposta a abrir as portas. 

“O empreendedor é aquele que pula de um penhasco e monta o avião enquanto cai.” - Reid Hoffman

Se você quiser aprender a aplicar os 6 princípios na sua empresa… Eles são uma das coisas que Pedro Waengertner ensina em sua masterclass gratuita de inovação em parceria com a EXAME. A masterclass está de graça (por tempo limitado) e para conferir basta clicar aqui.

Este conteúdo é patrocinado e apresentado por Future Dojo