Três opções de carreira para ganhar como um profissional de tecnologia sem saber uma linha de código

Quase 200 mil brasileiros ingressaram no mercado de tecnologia apenas em 2021. Mas engana-se quem pensa que são necessários anos de experiência para atuar na área e alcançar altos salários; confira 3 opções de carreira em alta
 (Luis Alvarez/Getty Images)
(Luis Alvarez/Getty Images)
D
Da Redação

Publicado em 13/07/2022 às 16:18.

Última atualização em 14/07/2022 às 09:21.

É inegável que o mercado de tecnologia está em alta e que tende a pagar salários acima da média, mesmo para quem está no início da carreira. De fato, segundo dados da Glassdoor, profissionais de nível júnior (aqueles que estão ainda adquirindo experiência), por exemplo, podem receber de R$ 5 mil a R$ 7,5 mil ao mês, aproximadamente 3,5x a média salarial nacional.

Nos últimos anos, essas remunerações atrativas despertaram o interesse de milhares de brasileiros para o mercado de tecnologia, que passou por um verdadeiro boom de desenvolvimento, chegando a contratar quase 200 mil pessoas apenas em 2021. 

No entanto, engana-se quem pensa que para ingressar nesse mercado são necessários anos de experiência em código e programação. 

Oportunidades para todas as áreas

Izabela Anholett, diretora de tecnologia da EXAME e professora do Master em Metaverso (saiba mais clicando aqui), explica que além de o setor ser amplo e oferecer vagas para as mais diversas habilidades, o surgimento de novas tecnologias tem aberto portas para que pessoas de todas as áreas consigam ganhar como profissionais de tecnologia, sem saberem uma linha de código.

“Antigamente, saber de tecnologia era um ‘extra’, hoje é o mínimo. Nutricionistas, médicos, advogados, arquitetos… todos deverão entender de tecnologia — e poderão ganhar dinheiro com isso —, sem, necessariamente, saberem programar”.

Para a especialista, a tecnologia que mais oferece oportunidades como essa é o metaverso, uma evolução da internet que oferece um espaço virtual, coletivo e imersivo onde as pessoas podem conviver. “Pense em qualquer área de atuação humana… ali, você vai encontrar uma aplicação do metaverso, seja na área médica, na educação, no setor imobiliário ou na indústria”.

Apesar de ainda parecer abstrato e 'futurista', para a especialista, em alguns anos o metaverso fará mais parte da sua vida do que você imagina. E aqui não estamos falando de jogos de videogame ou de reuniões de trabalho virtuais. Mas sim de: 

  • Entrar no supermercado e escolher item por item das prateleiras como se estivesse no local; 
  • Fazer um tour virtual por um apartamento antes de alugar, sem precisar mais visitá-lo presencialmente;
  • Viajar o mundo sem sair da sua casa, visitar museus, em uma experiência imersiva, como se você realmente estivesse lá;
  • Estudar anatomia ou cirurgia sem precisar utilizar cadáveres, nas faculdades de medicina.

Dê o primeiro passo para conquistar o seu espaço no metaverso! Assista 4 aulas gratuitas e se prepare para a maior revolução empresarial e tecnológica do século

“Não importa a sua idade ou em que parte do planeta você mora, nem mesmo em que área você atua… O Metaverso vai chegar até você”, completa Izabela Anholett.

Três carreiras no metaverso para quem não é da área de tecnologia:

Agora que você já entendeu por que o metaverso deve ser a próxima grande tecnologia e como qualquer pessoa, mesmo sem entender de código e programação, pode ingressar nessa área, confira 3 carreiras que, com certeza, estarão em alta no metaverso:

1. Contador de histórias (storyteller)

Utilizada pelos jogos de videogame e também por grandes marcas de varejo, contar histórias sempre foi uma ferramenta de conexão com o cliente - e no metaverso isso não será diferente. Por ser um ambiente sem “bordas” e completamente interativo, as empresas precisarão construir uma estratégia de comunicação com o cliente que envolva desde as palavras que o avatar da marca irá falar, até como ele deve agir e a que distância deve permanecer do cliente.

Trabalhando como roteiristas, os storytellers (que podem ser qualquer pessoa com habilidade para escrever e contar histórias) serão responsáveis por criar histórias imersivas dentro do metaverso, com narrativas que entretenham o público e, ao mesmo tempo, emocionem os clientes, deixando as marcas mais atrativas.

Existem centenas de oportunidades para você dentro do metaverso, independente da sua idade ou profissão. Clique aqui e saiba mais!

2. Arquiteto e engenheiro

Construído como um espelho da realidade, o metaverso deve contar com prédios, casas e cenários extremamente realistas. Para isso, serão necessários profissionais capazes de planejar e executar ‘obras virtuais’ junto a designers gráficos, garantindo que as construções se assemelhem à realidade.

Além disso, tanto arquitetos quanto engenheiros poderão utilizar as tecnologias imersivas do metaverso para apresentar projetos a clientes, atender de forma mais completa clientes de outros estados e países e aumentar a percepção de valor do seu trabalho. 

3. Gestor de projetos digitais (digital manager)

Uma das carreiras mais promissoras dentro do metaverso é a de digital manager. Esse profissional é fundamental para o processo de implementação do metaverso nas empresas. Ou seja, ele é responsável por definir como será a experiência do usuário final no metaverso, bem como definir os tipos de produtos que serão criados e a estratégia de monetização dessas iniciativas. 

E apesar de a tecnologia ser a base do Metaverso e dos programadores serem fundamentais no processo, o Ddigital manager não é o executor operacional, mas sim o responsável por coordenar um time. Ou seja, as suas habilidades comportamentais são muito mais importantes que suas habilidades técnicas.

Apesar de todas essas boas oportunidades para quem não tem experiência em TI, o profissional que deseja trabalhar com tecnologia — e aproveitar todos os benefícios da área — precisará se especializar minimamente no assunto. Ou seja, entender como a tecnologia funciona, como adaptá-la a sua realidade e como lucrar com isso.

Como se especializar no metaverso?

De olho na crescente relevância do metaverso e na enorme oportunidade que isso representa para profissionais de todas as áreas, a EXAME Academy e o Ibmec, uma das mais tradicionais escolas de negócios do país, desenvolveram o Master em Digital Manager e Metaverso, citado no início do texto. 

Em nível de pós-graduação, o curso conta com um grupo docente de peso (composto de profissionais de mercado), que inclui a CTO da EXAME, Izabela Anholett. O material também conta com mais de 90 horas de atividades práticas. Saiba mais aqui.

Para que os interessados possam conhecer o conteúdo antes de comprá-lo, as quatro primeiras aulas da formação serão disponibilizadas de maneira 100% gratuita até dia 19 de julho. 

Todos que participarem terão direito a um certificado de participação — independentemente de decidirem, ou não, fazer o curso completo. Para participar, basta realizar sua inscrição clicando aqui ou no botão abaixo.

QUERO PARTICIPAR DAS 4 AULAS GRATUITAS DO MBA EM DIGITAL MANAGER E METAVERSO DO IBMEC EM PARCERIA COM A EXAME