Bússola

Um conteúdo Bússola

Stone lança campanha para ampliar uso do TapTon, "maquininha" no celular

Serviço, que funciona em Android, deixa de ter limite no celular e passa a incluir as quatro principais bandeiras de cartões

Solução de maquininha por aplicativo é pioneira no Brasil (Leandro Fonseca/Exame)

Solução de maquininha por aplicativo é pioneira no Brasil (Leandro Fonseca/Exame)

B

Bússola

Publicado em 2 de agosto de 2022 às 12h00.

O Ton, solução da Stone direcionada a microempresários e autônomos, está lançando uma campanha de ampla exposição nacional do TapTon, funcionalidade pioneira na tecnologia de aceitação de pagamentos de cartão via celular no Brasil. O objetivo é incentivar o uso do serviço que transforma celulares em maquininhas de pagamento.

Agora, o TapTon – serviço que teve seu soft launch em agosto de 2021 – não possui mais limite de valor por transação (o teto era de R$ 200) e teve sua cobertura ampliada, incluindo as quatro principais bandeiras no país: Visa, Master, Elo e American Express. Além disso, a performance do aplicativo evoluiu, melhorando a experiência do usuário.

“Nossa cultura gira em torno de ouvir o cliente, e é isso que fazemos para evoluir. Nossa solução está ainda mais completa para atender às necessidades dos clientes, ajudando-os a vender mais e a levar seus negócios para o próximo nível”, afirma Caio Fiuza, sócio e COO da Stone, responsável pelo Ton.

O TapTon transforma o celular em uma maquininha e funciona com o sistema Android (a partir da versão 9.0) com a tecnologia de aproximação (NFC). Foi desenvolvido para facilitar a vida dos empreendedores autônomos clientes do Ton e processa os pagamentos com rapidez e tem taxas competitivas. Além de não precisarem pagar pela adesão à maquininha, os empreendedores começam a vender imediatamente. É fácil e prático de usar, além de ter custo atrativo.

“A Stone foi a primeira empresa brasileira – e uma das primeiras do mundo – a lançar essa novidade. Agora estamos prontos para escalar o produto, com toda a qualidade e segurança que nosso cliente merece. O TapTon é também um instrumento de educação financeira, possivelmente a primeira ferramenta para muitos empreendedores aceitarem cartão e operarem uma conta digital”, afirma Augusto Lins, presidente da Stone.

“A tecnologia inovadora do ‘Tap-to-Phone’ simplifica muito a expansão de aceitação para pequenos comércios e empreendedores. Uma vez que está baseada em software, a 'maquininha' passa a ser 'baixada', como qualquer aplicativo, em um smartphone”, afirma Nuno Lopes Alves, country manager da Visa no Brasil. “Contribuímos com nossa tecnologia e expertise em inovação e segurança para que mais consumidores continuem usando os pagamentos por aproximação, modalidade que vem conquistando cada dia mais os brasileiros.”

O TapTon aceita pagamentos de celulares com NFC, cartões e relógios inteligentes que possuem a tecnologia. Podem usar a solução tanto pessoas físicas quanto jurídicas. A tecnologia de pagamentos por aproximação (NFC) tem tido um boom no país. Entre 2021 e 2022, houve um crescimento de 470% no volume transacionado, segundo relatório do Instituto Propague e da Stone.

A campanha publicitária do novo TapTon é protagonizada pelo cantor Xand Avião, assinada pela Greenz e a StoneLab, e ficará no ar até o fim de agosto. A peça será veiculada na TV, nas redes sociais, no rádio e em streamings de músicas. Haverá, ainda, ações em transportes coletivos em algumas capitais e ativações com influenciadores digitais.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | Linkedin | Twitter | Facebook | Youtube

Veja também

Live: tecnologia alavancou o mercado de logística em um mundo pós-covid

Caio Carneiro: Só há uma profissão no mundo – o vendedor. Então seja bom

Recessão? Real estate nos EUA contraria tendência e mostra resiliência

Acompanhe tudo sobre:Appsempresas-de-tecnologiaInovaçãoInvestimentos-pessoaisStone

Mais de Bússola

Julho sem plástico: não basta reciclar, é preciso reduzir o descarte

Fabricante de pás eólicas investe R$ 65 mi em estratégia, atende ESG e prevê receita de R$ 11 bi

Bússola & Cia: casas de plástico são construídas por Airbnb, ONG e Fuplastic

Metade dos investidores compra criptomoedas com foco no longo prazo, mostra pesquisa da Binance

Mais na Exame