Bússola

Um conteúdo Bússola

Startup paraibana cria fábrica SaaS de inteligência artificial

Com dois produtos principais, a startup criou uma fábrica SaaS de inteligência artificial, desenvolvendo produtos que possam auxiliar empresas em certificação de processos

Startup desenvolve produtos que auxiliam organizações na certificação de processos (Bússola/Reprodução)

Startup desenvolve produtos que auxiliam organizações na certificação de processos (Bússola/Reprodução)

Bússola
Bússola

Plataforma de conteúdo

Publicado em 6 de abril de 2023 às 16h00.

Por Bússola

Em um mundo totalmente digitalizado, surgem inúmeras ferramentas e tecnologias que buscam atender às necessidades de empresas que buscam por soluções inovadoras. Hoje, entre tantas soluções, o uso da Inteligência Artificial dentro de organizações cresce em um ritmo cada vez mais acelerado. Uma pesquisa global da IBM, realizada no segundo semestre de 2022, revelou que 41% das empresas no Brasil estão apostando na implementação de Inteligência Artificial (IA) em suas operações. Além disso, o estudo indica que, em nível global, o uso da tecnologia está crescendo de forma constante

Atenta ao cenário, a IARIS, startup especializada em aplicações de inteligência artificial que nasceu com expertise acadêmica e de mercado no desenvolvimento de produtos de inteligência artificial, atua em aplicações de visão computacional com distribuição SaaS. A empresa foi criada com o objetivo de ser uma fábrica SaaS de inteligência artificial, desenvolvendo produtos que auxiliam organizações na certificação de processos, tornando-os mais seguros.

“Os produtos IARIS são baseados em pesquisas acadêmicas. Nossos engenheiros são desenvolvidos através de projetos de pesquisa e desenvolvimento. Inclusive, temos parceria com a Universidade Federal da Paraíba (UFPB), que é o berço de grandes inovações e inovadores. Além disso, patrocinamos equipes de projetos de pesquisa no ARIA (Laboratório de Inteligência Artificial da UFPB), onde grandes projetos são criados, desenvolvidos e entregues ao mercado”, diz Fábio Falcão, CEO da IARIS e Mestre em Engenharia da Informática com foco em Machine Learning e Computação Forense.

Hoje, a IARIS atua com dois produtos principais: o EasyProctor e o EasyInspection. O primeiro  traz uma solução e monitoramento à distância de provas e exames com IA. Trata-se da solução de monitoramento mais avançada do Brasil. A ferramenta, que combina análise baseada em Inteligência Artificial com análise humana, já monitorou dezenas de milhões de horas/aula e exames, o que gerou mais de 3 milhões de alertas de possibilidade de fraudes.

O EasyInspection, solução SaaS de auditoria veicular com o uso de Inteligência Artificial, é uma plataforma antifraude para inspeção veicular. Por meio da IA em visão computacional e metadados de imagem, é possível realizar a avaliação de itens externos e o funcionamento de cada veículo, além de avaliar possíveis danos e avarias no veículo, de forma automática utilizando inteligência artificial.

“Queremos expandir a exposição dos nossos produtos, EasyProctor e EasyInspection, tornando a IARIS uma empresa referência em soluções  de IA para validação de provas e exames no setor de educação brasileiro, assim como uma solução viável e relevante para auditoria do setor de mobilidade. Além disso, para além do cenário nacional, buscamos levar nossa tecnologia e inovação para  toda a América Latina, por isso visamos atingir países como México, Colômbia e Argentina”, afirma Falcão.

Atualmente, a IARIS atua no Rio Grande do Sul, Paraná, Paraíba e Pernambuco, atendendo clientes como a VSoft, empresa brasileira especializada em Identificação de Pessoas e Certificação de Processos, e o Grupo Avalia, organização que possui um avançado sistema de realização de provas e exames virtuais.  A startup está fortalecendo seu portfólio através de parcerias ainda este ano com empresas de Portugal e Angola, além de atuar com parcerias na área de educação com as big techs (Google, Amazon e Microsoft).

Siga a Bússola nas redes: Instagram | Linkedin | Twitter | Facebook | Youtube

Veja também

Aché abre programa de inovação aberta do Aché para startups

Alice Sosnowski: A solução está nas habilidades humanas

Como os totens de autoatendimento impactam o segmento de food service

Acompanhe tudo sobre:InovaçãoStartupsInteligência artificialParaíba

Mais de Bússola

Bruno Almeida: qual o efeito da febre dos vídeos curtos nas estratégias de marketing digital? 

Conheça o segmento de IA que projeta gerar US$ 17 bilhões até 2032

Análise do cenário político e econômico após desistência de Joe Biden à corrida presidencial nos EUA 

A semana de 4 dias de trabalho pode dar certo nas empresas brasileiras?

Mais na Exame