A página inicial está de cara nova Experimentar close button
Conheça o beta do novo site da Exame clicando neste botão.

Reação a ofensas homofóbicas movimenta redes sociais de Fabiano Contarato

Críticos de Bolsonaro ganham espaço no ranking FSBinfluênciaCongresso

A reação do senador Fabiano Contarato (Rede-ES) a ofensas homofóbicas repercutiu no ambiente online e o fez disparar no ranking FSBinfluênciaCongresso. O parlamentar subiu oito posições e conquistou o quinto lugar na lista dos 15 mais populares do Senado entre 28 de setembro a 04 de outubro. O tema dominou suas redes sociais no período e alcançou alto grau de engajamento dos usuários. Apenas um da série de posts recebeu 88,2 mil curtidas; 3,9 mil compartilhamentos; e 2,8 mil comentários no Twitter.

Outro integrante da Comissão Parlamentar de Inquérito da Pandemia, Rogério Carvalho (PT-SE) também ganhou espaço nas redes sociais graças a polêmicas envolvendo o dia a dia do colegiado. Posts sobre os depoimentos da última semana, especialmente do empresário Luciano Hang, tiveram alta interação de seguidores no Facebook e no Twitter e foram responsáveis por seu avanço de quatro posições, atingindo o posto de 12º no levantamento.

No pelotão de frente, Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ) também pode comemorar a conquista de mais duas colocações, que o colocou em primeiro lugar do ranking, seguido de Humberto Costa (PT-PE), em segundo, e Randolfe Rodrigues (Rede-AP) em terceiro. O Podemos é o partido com mais nomes entre os campeões de redes sociais, com quatro integrantes. O PT, por sua vez, possui três representantes.

Câmara

A intensa atividade do deputado Túlio Gadêlha (PDT-PE) nas redes sociais é premiada com o alto engajamento dos seguidores online. Seus posts, especialmente no Facebook, com críticas ao governo Bolsonaro e sobre as manifestações da oposição no último fim de semana, o fizeram ganhar nove colocações e atingir o posto de 12º no ranking FSBinfluênciaCongresso.

Desempenho semelhante teve André Janones (Avante-MG), outro crítico mordaz do presidente da República. Ele subiu oito posições no período com posts em defesa do pagamento do auxílio emergencial e da subvenção para compra de botijão de gás. Publicação em que ele trata do benefício do governo federal obteve 79 mil curtidas, 15 mil comentários e 1,8 mil compartilhamentos no Facebook. A forte interação o colocou em 9º lugar dentre os 20 integrantes da Câmara dos Deputados mais influentes em redes sociais.

No grupo dos líderes do levantamento, no entanto, não houve qualquer mudança. A bancada do PSL continua a dominar o ranking, ocupando os cinco primeiros lugares. Carla Zambelli (PSL-SP) mantém firme a primeira posição, assim como Bia Kicis (PSL-DF), Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), Carlos Jordy (PSL-RJ) e Filipe Barros (PSL-PR) asseguram segundo, terceiro, quarto e quinto lugares respectivamente. O partido possui mais três representantes no levantamento desta semana para completar sua hegemonia. O PT vem em seguida, com três integrantes no ranking.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | LinkedInTwitter | Facebook | Youtube

Veja também

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também