A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Principais setores da economia aprovam prorrogação da folha de pagamento

O projeto prorroga a desoneração da folha de pagamento até 2026 na Comissão de Finanças e Tributação da Câmara dos Deputados

A Associação Brasileira de Telesserviços (ABT), representante das maiores empresas do setor de contact center no Brasil, recebeu nesta quarta-feira, 15, a aprovação do projeto que prorroga a desoneração da folha de pagamento até 2026 na Comissão de Finanças e Tributação da Câmara dos Deputados. O próximo passo será aprovar um requerimento de urgência para levar a medida diretamente ao presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira.

“A aprovação da medida foi muito bem recebida no nosso setor. Agora, precisamos aguardar a decisão do presidente da Câmara dos Deputados, do Senado e da Presidência da República. Caso a medida não seja aprovada pelo governo, será inevitável o aumento dos custos das empresas, impacto direto na manutenção e geração de empregos e na expansão de investimentos no setor”, afirma John Anthony von Christian, presidente da Associação Brasileira de Telesserviços (ABT).

Mesmo durante a crise de saúde pública e econômica, o setor de contact center conseguiu adaptar rapidamente a sua forma de atuar e foi um dos principais empregadores do período. De janeiro de 2020 a julho de 2021, o setor fez mais 489 mil admissões e gerou 39 mil empregos novos no mesmo período.

Sem a prorrogação da medida, estima-se que cerca de 300 mil trabalhadores podem perder seus empregos até o fim de 2021. A ABT reforça a necessidade da manutenção da desoneração da folha para garantir a manutenção do emprego de milhares de trabalhadores do setor.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | LinkedinTwitter | Facebook | Youtube

 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também