Um conteúdo Bússola

Por que ficar de olho em Chicago para fazer negócios em 2022

Somente no ano passado, seu ambiente consolidou 12 unicórnios, startups avaliadas em mais de US$ 1 bilhão
Chicago tem cerca de 500 novas startups por ano (voytekj/Getty Images)
Chicago tem cerca de 500 novas startups por ano (voytekj/Getty Images)
B
Bússola

Publicado em 03/06/2022 às 18:50.

Última atualização em 03/06/2022 às 19:06.

Conhecida internacionalmente pelo seu tempo ventoso, Chicago é uma das maiores metrópoles dos Estados Unidos. Com mais de 2,7 milhões de habitantes e repleta de arranha-céus, a cidade tem um ecossistema vibrante de inovação e tecnologia. Somente no ano passado, seu ambiente consolidou 12 unicórnios, startups avaliadas em mais de US$ 1 bilhão.

A cidade conta com mais de uma dezena de universidades. Entre elas, a Universidade de Chicago, uma das mais respeitadas dos Estados Unidos e um dos principais centros de estudos econômicos do mundo.

Segundo a radiografia dos estados do meio oeste dos EUA 2022, a cidade tem uma economia diversificada, com 9,5 milhões de residentes e um PIB de US$ 671 bilhões. “A etapa Chicago do StartOut tem sido prioridade nos esforços de internacionalização de startups brasileiras. A cidade oferece amplas oportunidades para captação de investimentos, incorporação de novas tecnologias e parcerias comerciais em áreas em que o Brasil é particularmente competitivo”, afirma o embaixador Benoni Belli, cônsul-geral do Brasil em Chicago.

O embaixador ainda menciona o ecossistema integrado de fundos de investimento, incubadoras e aceleradoras, além de grandes empresas que ajudam a fomentar a inovação e apoiam startups. “A cidade é o segundo maior hub no setor de transporte e logística nos EUA, e o epicentro da produção, distribuição e inovação no setor de alimentos e bebidas, além de ter aberto novas frentes em diversos outros setores”, afirma.

Além disso, é um centro moderno que aposta na diversidade: a cidade foi escolhida por Melinda Gates para criar o primeiro centro inclusivo de tecnologia de sua fundação.

"Chicago é uma cidade com bastante diversidade racial e cultural, e isso facilita a abertura das empresas e investidores para fazer negócios com estrangeiros em geral”, afirma Juliana Gomes Guimarães, que trabalha no setor de Ciência, Tecnologia e Inovação (Sectec) do Consulado Geral do Brasil em Chicago. Esse departamento é responsável por gerenciar projetos e parcerias realizadas entre o Brasil e a região do meio oeste dos EUA, como o StartOut Brasil, programa de internacionalização de startups brasileiras que inicia seu próximo ciclo em Chicago em julho de 2022.

É destaque ainda a qualidade de vida na capital de Illinois, apontada como "a melhor cidade grande" do mundo pelo quinto ano consecutivo pela Condé Nast Traveler, uma das principais publicações internacionais sobre viagens e estilo de vida. "O brasileiro se assusta com o frio daqui, mas é uma cidade muito bonita, limpa, gostosa de passear e com ótima infraestrutura", diz Juliana. Além disso, a cidade oferece bom custo-benefício para manter escritórios e buscar novos talentos profissionais.

"Chicago tem cerca de 500 novas startups por ano e dentre os setores de maior destaque, destaco Logística, Life Sciences e Saúde e Engenharia Alimentícia que estão mais em evidência por aqui", afirma a cônsul-adjunta Angélica Ambrosini, chefe do Sectec em Chicago.

Ela também fala sobre a importância da logística na cidade, devido à sua localização privilegiada no centro-oeste dos Estados Unidos. Segundo Angélica, a área é um verdadeiro hub de distribuição para toda a região e isso faz com que empresas se beneficiem dessa rede e tenham espaço para se desenvolver no país. Além disso, a cidade conta com bons sistemas de transporte, distribuídos entre trens, estradas, portos e aeroportos.

Em suma, as relações entre o estado de Illinois e o Brasil já́ são densas e profundas, tanto no campo dos investimentos quanto do comércio. "Essa densidade pode ser uma poderosa alavanca para ampliar a relação e aproveitar novas oportunidades em diversas áreas e setores, reforçada pelas missões virtuais e presenciais que o StartOut Brasil oferecerá para empreendedores brasileiros na região", diz Angélica.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | Linkedin | Twitter | Facebook | Youtube

Veja também Quer se tornar investidor-anjo? Conheça esses cursos com feras do mercado

Desenvolvedora de marketplaces Mirakl compra startup Target2Sell

Startup de aparelho invisível triplica faturamento e contrata Tatá Werneck