Um conteúdo Bússola

Podcast A+: As profissões em alta no futuro e como se preparar para conquistar espaço no mercado

Episódio analisa as demandas de mão de obra da indústria para os próximos anos e debate a importância do ensino técnico na formação dos profissionais
 (Bússola/Reprodução)
(Bússola/Reprodução)
R
Rafael LisbôaPublicado em 11/08/2022 às 12:32.

Por Rafael Lisbôa

O novo episódio do Podcast A+ traz o debate promovido pela Bússola sobre o futuro do trabalho.

Quais serão as profissões em alta no futuro e como se preparar para conquistar espaço no mercado de trabalho em transformação? Algumas dessas respostas estão no Mapa do Trabalho Industrial 2022-2025, estudo do Observatório Nacional da Indústria que identifica as principais demandas de mão de obra do setor para os próximos quatro anos e orienta qual é a formação necessária para conquistar essas vagas.

Segundo o Mapa, o Brasil precisará qualificar até 2025 quase 10 milhões de trabalhadores industriais. Apenas 20% em formação inicial, ou seja, para preencher novas vagas e repor inativos. Isso significa que a grande maioria é de profissionais que já estão empregados, mas que deverão se atualizar para acompanhar a evolução tecnológica por que passa o setor. Além da pandemia, que acelerou a digitalização em todos os ramos, a chegada do 5G promete revolucionar a produção industrial e exigir mão de obra cada vez mais capacitada.

Os segmentos com maior demanda são de ocupações transversais, que permitem atuação em diferentes áreas, e ainda metalmecânica, construção, logística e transporte, alimentos e bebidas. O levantamento destaca também o crescimento do número de vagas em automação e mecatrônica e na área de meio ambiente. Seja qual for o tipo de atividade, o processo de formação continuada virou uma prática extremamente necessária num mercado dinâmico e competitivo.

Investir em qualificação é a melhor aposta para um futuro capaz de gerar crescimento e desenvolvimento. É preciso estar sempre disposto a aprender algo novo e entender que o ensino é uma jornada sem fim. E a receita do lifelong learning vale para todos: indivíduos, empresas e governos.

Em uma hora de live no YouTube da Exame, foram debatidos os principais achados do Mapa do Trabalho Industrial 2022-2025. Os convidados analisaram as oportunidades em aberto e apresentaram caminhos para capacitar o trabalhador do futuro, com destaque para o ensino técnico profissionalizante. Com mediação do jornalista Rafael Lisbôa, diretor da Bússola, o bate-papo reuniu Márcio Guerra, gerente-executivo do Observatório Nacional da Indústria; Maria Helena Guimarães de Castro, presidente do Conselho Nacional de Educação; e Gilberto Peralta, presidente da Airbus Brasil e líder do Grupo de Trabalho de Educação Profissional e Tecnológica da Mobilização Empresarial pela Inovação (MEI).

Escute abaixo o episódio, e ainda pelo Spotify ou Apple Podcasts. A edição é de Guilherme Baldi.

 O Podcast A+ faz parte da plataforma Bússola, uma parceria entre a Revista Exame e o Grupo FSB.

Assine os Boletins da Bússola

Siga Bússola nas redes:  InstagramLinkedin  | Twitter  |   Facebook   |  Youtube 

Mais da Bússola:

Podcast A+: Eleições 2022 – a campanha vai começar

Podcast A+: Portal para Liberdade — inserção social de egressos do sistema prisional

Podcast A+: A importância da restauração florestal na luta contra o aquecimento global