Bússola

Um conteúdo Bússola

Parceria inédita traz competências para agentes públicos em saúde mental

Iniciativa do Vetor Brasil e do Instituto Cactus aborda saúde mental e discussões sobre como produzir melhores políticas públicas

 Programa oferece ferramentas para gestores públicos ampliarem olhar sobre saúde mental (ThitareeSarmkasat/Getty Images)

Programa oferece ferramentas para gestores públicos ampliarem olhar sobre saúde mental (ThitareeSarmkasat/Getty Images)

Bússola
Bússola

Plataforma de conteúdo

Publicado em 26 de junho de 2023 às 18h00.

Quais são os determinantes sociais de saúde e qual é o papel dos diversos atores nessa agenda? Como promover mais saúde mental no trabalho? Como identificar sensações, emoções e sentimentos? Como levantar a pauta da saúde mental nos órgãos públicos e seus times?

As respostas para estas e outras perguntas integram a Trilha de Saúde Mental, que faz parte da Jornada de Desenvolvimento de Profissionais Públicos, desenvolvida pelo Vetor Brasil em parceria inédita com o Instituto Cactus. Com duração de 5 meses, a Jornada visa apoiar o desenvolvimento de profissionais públicos, como meio de fortalecer suas atuações nos governos e formar times com habilidade para agir diante dos diferentes desafios públicos latentes em nossa sociedade, por meio de trilhas formativas que impulsionam competências fundamentais para a atuação no setor público, que, agora, também incorporará o tema da saúde mental.

“Potencializar o desenvolvimento dos profissionais públicos é essencial para o exercício da liderança e para atuação no setor público, uma vez que os governos são feitos de pessoas, e são estas pessoas que geram grande potencial de impacto. Assim, precisamos investir no desenvolvimento desses profissionais, e a Jornada se propõe a isso”, diz Thaís Barbosa, coordenadora de Projetos no Vetor Brasil.

Saúde mental e treinamento para líderes

A Jornada abordará, ainda, casos concretos e boas práticas sobre saúde mental nas políticas públicas, para gestores das mais diversas pastas e níveis federativos. O objetivo é contribuir com ferramentas que permitam aos gestores públicos ampliarem e aprofundarem o olhar sobre a transversalidade e intersetorialidade que permeiam a saúde mental. Além de saúde mental, o programa fornece uma jornada de aprendizagem em demais temas, como comunicação, diversidade, liderança, leitura de cenário, design de políticas públicas e inovação, uso de dados. E também um acompanhamento de mentoria para potencializar o processo de autoconhecimento e autodesenvolvimento dos participantes.

"Nós (do Instituto Cactus) acreditamos que é preciso se ter um olhar mais amplo e um entendimento mais aprofundado sobre a complexidade que permeia o campo da saúde mental, e que vai além do adoecimento e seus tratamentos, mas trabalha a saúde mental como catalisadora de diversas agendas sociais. E a trilha de saúde mental dentro da Jornada busca, de forma inédita, trazer esse olhar intersetorial e transversal sobre o tema para os gestores públicos, para que mais agendas sociais possam incorporar a lente da saúde mental na sua atuação”, afirma Luciana Barrancos, Gerente Executiva do Instituto Cactus.

Equidade

A edição de 2023 do programa conta com 40 participantes, com maioria de mulheres (57,5%), e com igualdade racial (50% brancos, 22,5% pretos e 22,5% pardos). Os profissionais atuam, em sua maioria, no poder executivo, 95% dos participantes, e 5% é vinculado ao poder judiciário.

Público-alvo

O programa é voltado para profissionais de todo o Brasil que já atuam no setor público, seja à nível federal, estadual ou municipal, que ocupam posições de média gerência e que tenham interesse em desenvolver competências essenciais para o exercício de liderança no setor público e fortalecer suas atuações nos governos.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | Linkedin | Twitter | Facebook | Youtube

Veja também

Saúde mental impulsiona sucesso das academias, diz guru do fitness

Como esta página motivacional virou um hub que fatura R$ 3,5 milhões

Por que os planos de gerenciamento de mudanças falham?

Acompanhe tudo sobre:saude-mentalRecursos humanos (RH)Gestão

Mais de Bússola

Quer investir em startups? Confira essas 5 dicas para encontrar o segmento certo para você

O ‘pulo do gato’ que fez a A3Data crescer 2100% em 4 anos

Christiano de Figueiredo Moreira: a força dos galpões logísticos em 2024

Como as marcas podem aproveitar para se conectar com a audiência durante as Olimpíadas? 

Mais na Exame