Um conteúdo Bússola

Olist lança mais uma edição do programa de capacitação de desenvolvedores

O ‘Olist Tech Start’ abre vagas para que novas pessoas possam se capacitar e contribuir para o crescimento do ecossistema de e-commerce
“Olist Tech Start” é um programa de capacitação que desde 2020 já formou e empregou mais de 40 profissionais em início de carreira. (oatawa/Thinkstock)
“Olist Tech Start” é um programa de capacitação que desde 2020 já formou e empregou mais de 40 profissionais em início de carreira. (oatawa/Thinkstock)
B
BússolaPublicado em 25/04/2022 às 21:00.

Diante da necessidade de ter profissionais cada vez mais capacitados em atuar com soluções para e-commerce, o Olist, ecossistema de soluções de e-commerce para varejistas e marcas digitais, desenvolveu um programa especial para formação de pessoas que desejam atuar em tecnologia. O Olist Tech Start, como é chamado, selecionará no mês de abril pessoas interessadas em iniciar a carreira na área de desenvolvimento de softwares. As inscrições podem ser feitas por meio do site até o dia 30 deste mês.

“Existe uma carência muito grande de profissionais habilitados. A partir dessa necessidade e com a missão de impactar positivamente todo o ecossistema de e-commerce, criamos um programa completo de capacitação”, afirma Sérgio Marchiori, especialista de treinamento do Olist.

Segundo dados da Associação das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação apontou que no Brasil há uma demanda anual de 159 mil profissionais de tecnologia e apenas 53 mil se formam por ano nessa área.

O “Olist Tech Start” é um programa de capacitação que desde 2020 já formou e empregou mais de 40 profissionais em início de carreira. Com a reformulação para este ano, os novos olisters terão a oportunidade de conhecer as ferramentas de tecnologia de perto, mesmo sem ter experiência prévia.

A terceira edição do programa Olist Tech Start conta com um modelo de seleção diferente das edições anteriores. Os selecionados não precisarão ter conhecimento técnico ou formação acadêmica prévia. Além disso, a ementa do programa é personalizada conforme as necessidades de cada time no qual o profissional será realocado ao final da formação.

Após a contratação, os novos olisters terão três meses de treinamento para desenvolverem habilidades técnicas e interpessoais, orientadas por um grupo de profissionais da empresa. Além disso, terão a oportunidade de acompanhar na prática o contexto dos times que irão integrar após o término de sua formação.

Para isso, contarão com conteúdos produzidos especialmente para o programa, disponibilizados em uma plataforma digital, palestras ao vivo, ministradas por olisters de diversas áreas, pares para acompanhá-los na inserção nos times e com dois tutores da equipe de Treinamentos Tech que acompanharão de perto a jornada de aprendizado desses starters.

“Preparamos um programa para que os profissionais possam ter uma experiência transformadora, tanto do ponto de vista profissional e técnico, mas também pessoal ao viverem a cultura e valores do Olist”, declara Sérgio.

Segundo ele, são três meses de conhecimento e crescimento profissional que fará com que as pessoas entendam que a empresa é movida por um só time que tem vontade de crescer cada vez mais. Além de todo o aprendizado do programa, é possível compartilhar e cultivar a cultura da startup, além de se tornar um olister.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | LinkedinTwitter | Facebook | Youtube

Veja também