Novas variantes de coronavírus são mais contagiosas mas menos fatais

Seria bom que autoridades estabelecessem protocolos de distanciamento e segurança para que a volta às atividades seja mais segura

Dois estudos publicados na Lancet informam que a variante B.1.1.7 do SARS-CoV-2, identificada em primeiro lugar no Reino Unido, é mais contagiosa que o vírus originalmente conhecido, mas não é mais fatal. Trata-se de uma boa notícia. Se fosse o contrário, se fosse mais fatal, mesmo um maior controle da transmissão teria efeito apenas relativo na taxa de mortalidade.

Se a cepa aparentemente nascida em Manaus tiver o mesmo comportamento (aguardemos os estudos definitivos) será o caso de valorizar ainda mais as medidas de distanciamento social. Considerando que é impossível manter indefinidamente o isolamento, crescerá exponencialmente a importância de providências como o uso de máscaras e todas as demais destinadas a reduzir o contato entre as pessoas.

Seria bom se em meio à guerra política as autoridades se entendessem pelo menos para estabelecer protocolos razoáveis e factíveis de distanciamento, o que inclusive permitiria uma volta mais segura às atividades. Um caminho ponderado e certamente eficaz. Talvez seja uma utopia, mas não custa imaginar que alguma hora essa ficha vai cair.

*Alon Feuerwerker é analista político da FSB Comunicação

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.