Um conteúdo Bússola

MB Tokens lança estrutura de fundos em parceria com FIDD

Fundos de investimento em direitos creditórios são destinados para compra, venda e tokenização de ativos digitais
Criptomoedas: Bacen reconheceu tokenização como tendência de mercado (Justin Tallis/Getty Images)
Criptomoedas: Bacen reconheceu tokenização como tendência de mercado (Justin Tallis/Getty Images)
B
Bússola

Publicado em 12/07/2022 às 14:00.

Última atualização em 12/07/2022 às 14:14.

O MB Tokens, empresa de “tokenização” de ativos, integrante do ecossistema do Mercado Bitcoin, em conjunto com a FIDD, administradora de recursos, lançam dois Fundos de Investimento em Direitos Creditórios (FIDCs), sendo o primeiro deles com estratégia de desinvestimento para ceder créditos a tokenizar, sob gestão da Iguana Investimentos, e o segundo em comprar tokens de cotas de consórcio, sob gestão da Ouro Preto Investimentos.

O primeiro FIDC é investido exclusivamente pela holding do ecossistema do Mercado Bitcoin, a 2TM. O fundo adquire direitos creditórios tradicionais e, como estratégia de desinvestimento e cede fluxos financeiros que serão objeto de tokenização e oferecidos como uma renda fixa digital na plataforma do Mercado Bitcoin via MB Tokens.

O segundo FIDC é destinado a investidores qualificados. O objetivo desse fundo é adquirir os tokens lastreados em cotas de consórcio e, assim, viabilizar a distribuição desse tipo de ativo a investidores do mercado tradicional, sendo o pioneiro com essa estratégia.

“Um de nossos principais objetivos sempre foi democratizar o acesso a investimentos alternativos que se assemelham a uma renda fixa tradicional, mas que se diferenciam pela alta rentabilidade e eficiência do produto, dado a tecnologia aplicada”, declara Vitor Delduque, diretor de novos negócios, do MB Tokens.

Essa democratização já possibilita o acesso do investidor comum, com a aquisição de um token (fração digital do ativo tradicional) a um tíquete inicial de R$ 100, agora avança e possibilita também o investimento do público institucional.

O FIDC é uma estrutura dedicada para a aquisição de direitos creditórios e tem o objetivo de unir seus recursos para o bem comum de todos os participantes. É um investimento análogo a um fundo de investimento de renda fixa, que tem, no mínimo, 50% de seus ativos em títulos de crédito com risco superior ao dos fundos de renda fixa.

Bacen

Em evento realizado no início do mês, o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, reconheceu que a tokenização é a principal tendência do mercado, diante de um avanço tecnológico que “chegou para ficar”.  Ainda reiterou que a tecnologia é uma maneira de tornar a intermediação financeira “mais barata e inclusiva” e que isso deve ser explorado pelas estruturas de FIDC.

“Essa afirmação do presidente do Bacen eleva o MB Tokens a um novo patamar no setor de tokenização de ativos, uma vez que fomos os pioneiros neste setor, trabalhando com isso desde 2018 e trazendo maior alcance aos seus produtos financeiros”, afirma Delduque.

Nenhum dos FIDCs acima se encontra em período de oferta ou captação.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | Linkedin | Twitter | Facebook | Youtube

Veja também

Como prevenir ataques cibernéticos em eventos ao vivo

Inteligência artificial pode revolucionar o sistema de crédito brasileiro

Trakto lança plataforma de IA para facilitar conteúdo para mídias sociais