Bússola
Um conteúdo Bússola

Ivson Coêlho: o papel da ZFM no desenvolvimento econômico e social da região amazônica

Entenda o que é a Zona Franca de Manaus e quais são os benefícios e desafios desse modelo de desenvolvimento econômico

Aerial View of Manaus, Amazonas Brazil . Port and City of Manaus (SRBR/Getty Images)

Aerial View of Manaus, Amazonas Brazil . Port and City of Manaus (SRBR/Getty Images)

Ivson Coêlho
Ivson Coêlho

Advogado – Colunista Bússola

Publicado em 16 de abril de 2024 às 07h00.

Última atualização em 16 de abril de 2024 às 12h45.

A Zona Franca de Manaus (ZFM) é um modelo de desenvolvimento econômico que foi implementado na Região Amazônica no final da década de 1960. Criada com o objetivo de impulsionar a industrialização e promover o progresso social na região, essa área de livre comércio tem sido um importante pilar para o desenvolvimento da Amazônia e tem contribuído significativamente para a economia brasileira. 

Desde sua instituição, a ZFM tem se destacado como uma das principais matrizes econômicas da região, gerando empregos, atraindo investimentos e impulsionando o crescimento da indústria local. Por meio de incentivos fiscais, como a isenção de impostos de importação e a redução das alíquotas de impostos sobre os produtos fabricados na zona franca, a área tem atraído grandes empresas nacionais e estrangeiras, que encontram na região um ambiente favorável para suas operações.

Entre os benefícios associados ao modelo de desenvolvimento da Zona Franca de Manaus estão o aumento da arrecadação de impostos para o governo, a diversificação da economia local, a geração de empregos e o estímulo ao desenvolvimento tecnológico e industrial. A ZFM tem sido responsável por impulsionar o crescimento econômico da região, atraindo investimentos de empresas nacionais e estrangeiras. Além disso, o modelo contribui para a preservação da floresta amazônica, uma vez que incentiva a produção sustentável e o uso de tecnologias e práticas ambientalmente responsáveis. A Zona Franca de Manaus também promove a integração regional, fortalecendo as relações comerciais e a cooperação entre os países da América do Sul.

Apesar disso, esse modelo enfrenta uma série de desafios, no desenvolvimento econômico e social da Região Amazônica. Embora tenha sido criada com o objetivo de impulsionar a industrialização e gerar empregos na área, a ZFM tem que lidar com questões como o desmatamento, a exploração ilegal de recursos naturais e a falta de infraestrutura adequada. Além disso, há a necessidade de diversificar a economia local, reduzindo a dependência de indústrias específicas, como a de eletrônicos e o polo de concentrados, e investir em setores sustentáveis, como o turismo e a agricultura familiar. Para superar esses desafios, é preciso que haja um maior controle das atividades ilegais, um planejamento estratégico para o desenvolvimento sustentável da região e a criação de políticas públicas efetivas que estimulem a geração de emprego e renda para a população local.

Em suma, a Zona Franca de Manaus desempenha um papel de extrema relevância no desenvolvimento econômico e social da Região Amazônica. Ao longo dos anos, tem se mostrado como um polo industrial de alta tecnologia, gerando empregos e impulsionando a economia local. Além disso, a Zona Franca tem sido fundamental na preservação ambiental ao incentivar a utilização de tecnologias sustentáveis e o reflorestamento da região. No entanto, enfrenta desafios como o desmatamento, a exploração ilegal de recursos naturais, a dependência destes últimos e a necessidade de diversificar sua base econômica. É essencial que sejam adotadas medidas que incentivem a inovação e a criação de novos setores produtivos, garantindo a sustentabilidade e o crescimento contínuo da Zona Franca e, consequentemente, da Região Amazônica como um todo.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | Linkedin | Twitter | Facebook | Youtube

Acompanhe tudo sobre:ManausAmazôniaEconomia

Mais de Bússola

O que são contratos de representação comercial e como evitar insegurança jurídica

Como a Positivo aumentou seu lucro líquido em 655% em um ano

A volta da dupla Senna e Shell: marcas firmam parceria para promover lançamento de etanol aditivado

Bússola Cultural: Dia do Orgulho Nerd terá comemoração gratuita em São Paulo

Mais na Exame