Um conteúdo Bússola

Indústria do Cavalo mostra sua força no Brasil

Confira novidades e informações exclusivas sobre economia e negócios na coluna semanal de notas da Bússola
Evento é realizado pela Associação Brasileira de Criadores de Cavalo Quarto de Milha, que aposta na Equideocultura como braço forte do setor (Divulgação ABQM/Divulgação)
Evento é realizado pela Associação Brasileira de Criadores de Cavalo Quarto de Milha, que aposta na Equideocultura como braço forte do setor (Divulgação ABQM/Divulgação)
B
Bússola

Publicado em 13/04/2022 às 14:00.

Última atualização em 13/04/2022 às 16:58.

Por Márcio de Freitas*

O 31º Congresso Brasileiro do Quarto de Milha começa na próxima semana, em Araçatuba (SP). Um dos maiores e mais aguardados eventos equestres do país bateu recorde de inscrições: 9,5 mil. De 20 de abril a 1º de maio, as provas oficiais da raça receberão 1,4 mil competidores, em 23 modalidades. A indústria do cavalo é uma das que mais cresce no agronegócio brasileiro e estima-se que movimenta cerca de R$ 30 bilhões por ano. O evento é realizado pela Associação Brasileira de Criadores de Cavalo Quarto de Milha (ABQM), que aposta na Equideocultura como braço forte do setor. O Brasil possui hoje o 4º maior rebanho equestre do mundo, atrás apenas do México, China e EUA.

Ônibus encostado

Em dois anos de pandemia houve 379 paralisações — greves, protestos e/ou manifestações — em 107 sistemas de transporte público coletivo urbano no Brasil, decorrentes da forte queda de demanda de passageiros que gerou incapacidade do pagamento de salários e benefícios por parte das empresas operadoras. Os dados são do relatório de dois anos de impacto da covid-19 no setor, preparado pela Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos — NTU, associação que representa as empresas de ônibus coletivo urbano no Brasil.

Ventos do Maranhão

A Equatorial Energia e a Gera Maranhão lançaram um Atlas Digital Interativo que reúne de forma inédita estudos e informações sobre o potencial de geração de energia renovável (eólica e solar) que o Maranhão possui. Batizada de Eosolar, a plataforma 100% digital foi disponibilizada para acesso online e gratuito. O objetivo é subsidiar profissionais e investidores do setor de energias renováveis com diversos indicadores sobre as áreas que possuem potencial para geração de energia limpa e sustentável, em todo território maranhense. O projeto faz parte do Programa de Pesquisa e Desenvolvimento do Grupo Equatorial, regulado pela ANEEL, e conta com a parceria da Universidade Federal do Maranhão (UFMA). A plataforma Eosolar está disponível no link. A estimativa é que as fontes como a solar e eólica recebam investimentos acima de R$ 80 bilhões em 2022.

Tecnologia 

Tecnologia social desenvolvida pela Fundação Norberto Odebrecht na região do Baixo Sul da Bahia está pronta para ser reaplicada para todo o Brasil. A entidade do grupo Novonor poderá reaplicar a solução e transformar territórios rurais com baixos índices de desenvolvimento. Segundo levantamento independente, 65% das famílias atendidas pela Fundação passaram a não depender de iniciativas de distribuição de renda oferecidas por governos. A instituição está em tratativas com empresas que querem ampliar sua atuação ESG, a exemplo da Ocyan, que recentemente assinou um memorando de entendimentos com a Fundação para reaplicar a tecnologia social no município de Macaé, no Rio de Janeiro.

Nova Esperança

Lideranças indígenas unidas projeto de reflorestamento da Aldeia Nova Esperança, em Tarauacá, no Acre, conhecida pelo turismo e espiritualidade. Índios das etnias Yawanawá e Ashaninka vão colaborar com o plantio de cinco mil mudas e construção de viveiro para sete mil mudas. A iniciativa, em parceria com a Energisa, promove intercâmbio entre os indígenas, além de fomentar atividades da aldeia. “Faz parte das prioridades da empresa preservar a Amazônia e manter a responsabilidade socioambiental nas comunidades onde atua”, afirma José Adriano, diretor-presidente da Energisa Acre.

Restaurante japonês

(visualspace/Getty Images)

Só vale para refeição

 A Associação Brasileira das Empresas de Benefícios ao Trabalhador (ABBT) recebeu bem a Medida Provisória 1.108/2022, sobre concessão do auxílio-alimentação previsto na CLT. A nova regra determina que só o benefício pode ser usado exclusivamente para pagamento de refeições em restaurantes e similares — ou compra de gêneros alimentícios. Antes, existiam brechas que possibilitavam a utilização sem conexão com alimentação do trabalhador, como plataformas de streaming. O uso indevido agora gera multa.

Controle remoto

O trabalho remoto se tornou o modelo preferido de grande parte dos trabalhadores. Contudo, esse regime tem levado 23% dos profissionais a trabalharem entre 49 e 70 horas semanais, segundo pesquisa FEA/FIA de 2021. Há no mercado soluções que ajudam nessa gestão. A Remote by Home Agent é uma delas. “A plataforma tem, entre suas funcionalidades, controle de trabalho, possibilitando inclusive o bloqueio de tela e evitando horas excessivas de trabalho”, afirma Fábio Boucinhas, CEO da empresa. “Se antes havia o receio por parte dos empregadores em adotar o regime remoto, hoje o desafio é alinhar as expectativas de bem-estar dos trabalhadores com a produtividade da equipe por parte dos gestores”, ressalta Boucinhas.

TNC

Jennifer Morris, CEO da maior ONG de conservação ambiental do mundo, a The Nature Conservancy (TNC), com atuação em 76 países, desembarca em São Paulo no fim deste mês. Ela assumiu o cargo há pouco mais de dois anos em plena pandemia da covid-19. Na primeira visita ao Brasil, Jennifer vai ao Pará conhecer as experiências da TNC Brasil no combate ao desmatamento da Amazônia Paraense, uma região fundamental para a biodiversidade global.

Password

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) lançou um programa para profissionais de inovação. O objetivo do MEI Password, que já está com inscrições abertas, é aprofundar o conhecimento dos participantes em oito tecnologias de ponta como inteligência artificial, internet das coisas, computação quântica, nanotecnologia e biotecnologia. O programa, formulado pela CNI e de iniciativa da Mobilização Empresarial pela Inovação (MEI), terá oito encontros virtuais em junho, com participação de especialistas de ponta no cenário mundial. Na lista de palestrantes estão Soumitra Dutta, reitor da escola de negócios da Universidade de Oxford; Amandou Ba, líder de pesquisa em inteligência artificial da IBM Research (na Irlanda); Anjan Ray, diretor do Conselho de Pesquisa Científica e Industrial do Instituto de Petróleo da Índia; Ulisses Mello, pesquisador do IBM Quantum Computing Lab (Estados Unidos); entre outros renomados líderes da área de inovação.

Startup

Dados do Distrito Dataminer mostram que, de dezembro de 2020 a dezembro de 2021, foram registradas 424 novas fintechs no Brasil, totalizando 1.264 startups de finanças no País. Essa revolução é bem vista aos olhos dos reguladores, que têm como tarefa formalizar e disciplinar suas operações. Justamente para debater as mudanças e atualizações regulatórias que afetam este ecossistema, a Associação Brasileira de Fintechs (ABFitnechs) realiza o Wrap Up Regulatório — 1º semestre de 2022. O encontro virtual e gratuito acontece nesta quarta-feira, dia 13, às 16h30.

Cartão 

O Credcesta quer replicar no Rio de Janeiro o modelo implementado na Bahia, onde a empresa de cartão de benefício consignado nasceu e mantém convênio com o Estado e 25 prefeituras. No Rio, a empresa do Banco Master contabiliza mais de 25 mil servidores do Governo do Rio utilizando o Credcesta Visa. Os servidores estaduais residentes na capital e nos municípios de São Gonçalo e Nova Iguaçu são os que mais aderiram ao serviço.

Energia ao vivo

A “Transição energética — tendências e realidade” é o tema da masterclass online promovida pela Universidade do Setor de Petróleo e Gás (UnIBP), Fundação Dom Cabral (FDC) e Sisen Educação Empresarial, nesta quarta-feira, 13, a partir de 19h. A inscrição para a aula é gratuita. O encontro contará com a participação de Fernanda Delgado, diretora executiva corporativa do Instituto Brasileiro de Petróleo e Gás (IBP), e de Mauro Pumar, engenheiro especializado em Gestão Estratégica e professor da FDC. A mediação será de Melissa Fernandez, gerente de Tecnologia e Inovação do IBP.

Asma

A ANS incluiu no rol obrigatório para os planos de saúde medicamentos para o tratamento de asma grave, possibilitando mais opções de tratamento. A expectativa é que o dupilumabe (Dupixent) tenha vendas mundiais de cerca de R$ 13 bilhões, incluindo o Brasil. Em todo o mundo, mais de 400 mil pacientes com certos tipos de dermatite atópica (DA), asma e rinossinusite crônica com polipose nasal usaram este medicamento.

Equipamentos

Chegam ao Brasil novos aparelho de ressonância desenvolvidos pela Siemens Healthineers, como o Magnetom Free.Max. A máquina é a primeira ressonância do mundo a ter um diâmetro interno de 80 cm e a capacidade para até 320 kg. Os modelos disponíveis no mercado atualmente suportam no máximo 250 kg. Além disso, o equipamento necessita de menos espaço para ser instalado do que os tradicionais. Os lançamentos serão apresentados no final deste mês, em São Paulo.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | LinkedInTwitter | Facebook | Youtube

Veja também

Vendas em shoppings registram alta de 10,6% em fevereiro 

Infinitepay fideliza clientes distribuindo R$ 2,5 milhões em cashback 

Assaí investe em energia renovável e reduz emissões de carbono