Um conteúdo Bússola

IMC fecha acordo de venda de restaurantes no Panamá por US$ 40 milhões

Negociação envolve as lojas em operação no aeroporto de Tocumén, com 13 lojas no Terminal 1 e a concessão para operar por 10 anos unidades no Terminal 2
 (Cesar Rodriguez/Bloomberg/Getty Images)
(Cesar Rodriguez/Bloomberg/Getty Images)
B
BússolaPublicado em 19/09/2022 às 11:08.

Por Bússola 

A International Meal Company Alimentação S.A. (B3: MEAL3) firmou uma oferta de venda para toda sua operação do Aeroporto Internacional de Tocumén, no Panamá, para a Inflight Holdings Cayman Ltd por US$ 40 milhões. A proposta prevê a aquisição integral da IMC Panamá, que abrange 13 lojas em funcionamento no Terminal 1 de passageiros e a concessão para operar outras 11 unidades no Terminal 2, que tem previsão de inauguração ainda no terceiro trimestre deste ano.

Esta negociação é um marco importante na execução da estratégia da IMC, com impacto direto na simplificação do negócio, que tem como objetivo extrair sinergias entre as operações existentes e reduzir a complexidade de gestão. Os recursos obtidos com a operação serão destinados ao balanceamento da estrutura de capital e redução da dívida. 

Atualmente, a IMC é a maior operadora de restaurantes do Aeroporto de Tocumén, com 60% das lojas do Terminal 1, e em 2021 registrou localmente vendas totais de US$ 14 milhões. O valor da oferta equivale a aproximadamente 6x o EBITDA do ano passado.  

Para Alexandre Santoro, CEO da IMC, a negociação permite que a empresa fortaleça a posição de caixa e reduza a complexidade de gestão de seus ativos. “A saída do Panamá contribui diretamente para dois pilares importantes de nossa estratégia, que são a simplificação do negócio e disciplina financeira. Iremos destinar os recursos para um melhor balanceamento da estrutura de capital e redução da nossa dívida. Com isso, ficamos ainda mais fortes para acelerar a nossa agenda de transformação, investindo na eficiência operacional e no desenvolvimento de nossas marcas”, diz ele. 

A conclusão da venda, que depende da aprovação de credores e outras condições precedentes, deve acontecer em meados de outubro deste ano. Em agosto, a IMC negociou a master franquia e a operação das nove lojas do Carl’s Jr no Panamá com a Excelencia Y Superación S.A., pelo valor aproximado de US$ 2,1 milhões. 

Siga a Bússola nas redes: Instagram | Linkedin | Twitter | Facebook | Youtube

Veja também:

Em novo momento, BRQ mira estratégia para alavancar expansão global 

ODT e Naval Group entregam 1º submarino do Prosub à Marinha brasileira 

A economia nacional já começa a ir para o digital e é essencial