Um conteúdo Bússola

Foodtech evita desperdício de 50 toneladas de comida e cresce 300%

Com menos de doze meses de operação, a Food To Save teve mais de 100 mil downloads do aplicativo

Por Bússola
Publicado em 16/05/2022 12:27
Última atualização em 16/05/2022 11:30

Tempo de Leitura: 3 min de leitura

A Food To Save, foodtech que já evitou o descarte de mais de 50 toneladas de alimentos na Capital Paulista, Grande ABC e Campinas (SP), tem contribuído para transformar cada vez mais os hábitos dos consumidores.

Com proposta inovadora de resgatar alimentos excedentes de produção e/ou produtos próximos à data de vencimento que estão em perfeitas condições, a startup já registra crescimento de 300% em 2021 e inicia o ano com a marca de mais de 100 mil downloads do aplicativo, mais de 300 estabelecimentos parceiros nas regiões em que opera. Tudo isso com menos de um ano de operação.

“O ano de 2021 foi muito positivo para nós, já que tivemos um crescimento significativo mês a mês, cerca de 50%, desde maio. Além disso, iniciamos nossa operação em Campinas (SP), e percebemos que neste cenário da pandemia a população está cada vez mais consciente quanto ao desperdício de alimentos. Nosso principal aprendizado tem sido a compreensão da necessidade de insistirmos no viés educacional, para que cada vez mais usuários e parceiros se engajem nessa luta conosco”, afirma o CEO e cofundador da Food To Save, Lucas Infante.

Com a venda de sacolas por meio do aplicativo (disponível para IOS e Android) e descontos de até 70%, a foodtech conquistou, em 2021, importantes parceiros na luta contra o desperdício, incluindo restaurantes, padarias, hortifrutis, confeitarias , e marcas como Padaria Bella Paulista, Rei do Mate e a rede de donuts O Tradicionalíssimo.

Para 2022, a meta da Food To Save é ultrapassar a marca de 500 toneladas de alimentos resgatados, ampliar a operação para cidades vizinhas de Campinas (SP) e também para o Rio de Janeiro (RJ). “Queremos levar hábitos sustentáveis para mais  pessoas e, desta forma, ajudar o meio ambiente e os estabelecimentos a sanar um problema tão comum e que pode levar a tantos prejuízos, que é o desperdício de alimentos”, declara Lucas Infante.

Como funciona

Os pedidos podem ser feitos direto no site da foodtech, ou pelo aplicativo, disponível para Android e IOS. Basta inserir o CEP da residência em que deseja receber os produtos ou retirá-los, e visualizar os estabelecimentos mais próximos que possuem sacolas disponíveis no momento. De acordo com o que estiver disponível, a plataforma mostra o valor que deverá ser pago e o tipo de produto que irá na sacola surpresa, podendo o cliente escolher entre doce, salgada ou mista.

Veja também

Assine os boletins da Bússola-ExameReceba nossos artigos, entrevistas, lives e podcasts.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | LinkedinTwitter | Facebook | Youtube

Veja também

Como usar a tecnologia para gerar impacto social

Como o 5G pode viabilizar o futuro da indústria?

Adeus pílulas! Foodtech lança ômega 3, isotônico e vitaminas efervescentes


Veja Também