Um conteúdo Bússola

FDC amplia estratégia focando em países da América Latina e África

Empresa também disponibiliza portfólio com soluções e informações sobre gestão, governança e marketing nessa estratégia
Reunião: Reforçar divulgação e comunicação nos novos mercados é fundamental (foto/Getty Images)
Reunião: Reforçar divulgação e comunicação nos novos mercados é fundamental (foto/Getty Images)
B
BússolaPublicado em 06/07/2022 às 12:00.

A Fundação Dom Cabral (FDC), que ocupa a 9ª posição do ranking de educação executiva 2022 do Jornal Financial Times, intensifica sua fase de internacionalização com o objetivo de capacitar e desenvolver executivos, empresários e gestores públicos por meio da educação. Além de Argentina, Moçambique, Paraguai, Portugal e Uruguai, onde já mantém clientes, a FDC possui também parcerias com escolas de negócios nos Estados Unidos, Reino Unido, França, Espanha, Portugal, Suíça, África do Sul, China e em Moçambique. Nesta nova fase, a FDC foca em estreitar laços ao avançar sua atuação em outros países da América Latina e da África, ao ofertar seu portfólio de soluções de gestão e governança para médias empresas nesses países.

“O movimento das médias empresas está intrinsecamente alinhado à estratégia de internacionalização da Fundação Dom Cabral, que é preparar executivos e organizações para atuar com competência e confiança em um mundo de competição empresarial global. Ser uma escola de padrão internacional demanda, além das ações de capacitação e desenvolvimento no Brasil, oferta de soluções em outros continentes. Essas ações são fundamentais para sustentar nossa diferenciação e proposta de valor. A expansão da atuação das médias empresas em outros países é acompanhada pelo avanço dos processos internos, por um corpo técnico de alta qualidade, pela constituição e fortalecimento de alianças estratégicas, pelo constante desenvolvimento de um mindset global, pela proximidade com os novos mercados, por um portfólio atraente, adequado e inovador e, pela adequada divulgação da nossa instituição nos diferentes contextos”, declara a vice-presidente da FDC, Elizabeth Fernandes.

Com a presença digital agora reforçada por meio de uma nova página inteiramente dedicada à sua estratégia de internacionalização, a FDC disponibiliza informações sobre programas como o PAEX (Parceiros para Excelência), PDA (Programa de Desenvolvimento de Acionistas e Famílias Empresárias), Jornada da Família Empresária, PDD (Programa de Desenvolvimento de Dirigentes) e soluções para o Agronegócio.

Ainda segundo Elizabeth Fernandes, “reforçar a divulgação e comunicação nos novos mercados é fundamental para nos fazer conhecer, reforçar nossa marca, dar visibilidade ao nosso portfólio, ampliarmos a possibilidade de acesso às nossas ofertas, além de maior penetração nos mercados”.

Para ter acesso ao portifólio de soluções internacionais da FDC, clique aqui.

 

Siga a Bússola nas redes: Instagram | Linkedin | Twitter | Facebook | Youtube

Veja também

Quer reconhecer firma sem sair de casa? Veja como

Inteligência artificial pode revolucionar o sistema de crédito brasileiro

Liquidez de sinal: o que é? Como usar? Por que é importante para o varejo